Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘cura’

A VERDADE SOBRE O KARMA

Mensagem de Owen K. Waters
23 de Junho de 2017

   Figure emerges from light

 
O Karma é muito diferente do que a maioria das pessoas pensa. A própria palavra, geralmente prefixada pela palavra “ruim”, gera ideias de retribuição ou punição por desvios passados.
Em algum lugar, no céu, assim as pessoas imaginam, existe um fiscal que deve acompanhar o seu equilíbrio Kármico.

Eu costumava pensar que o Karma se referia a manter um equilíbrio, assim, portanto, o universo continha alguma lei que o tornava refletivo em natureza, e, portanto, ele se equilibrava automaticamente.

Entretanto, eu fui corrigido por recentes revelações do meu guia e mentor, um Arcanjo que serve à humanidade no serviço vitalmente essencial de Senhor Protetor da Mudança.

O Karma é um efeito da criação. Não há uma capacidade refletiva inerente no universo. Os aparentes reflexos, que as pessoas, às vezes, chamam de seu Karma, vêm de contínuos padrões de consciência que elas criaram.

Cada um de nós tem um padrão Kármico, que é como uma tapeçaria cheia de uma variedade de energias interligadas. Cada fio tecido em seu padrão Kármico foi lá colocado pela sua criação de um determinado padrão de consciência.

Cada padrão criado de consciência na tapeçaria de seu padrão Kármico existe porque você lhe deu vida. Ele continuará a existir e a atrair circunstâncias para si mesmo, contanto que você alimente a sua existência. Esta atração é causada pelo componente emocional da criação.

A Lei da Criação é invocada quando a intenção e o sentimento são acionados. A parte do sentimento do padrão do pensamento, cria um campo de atração que, por sua natureza, atrai circunstâncias relevantes para si.

COMO MUDAR O SEU KARMA

As pessoas geralmente perguntam se o seu padrão Kármico pode ser mudado. Sim, ele pode. Ele muda o tempo todo. O que foi criado e habilitado por uma carga emocional, em breve desaparecerá quando esta carga emocional não mais alimentá-lo.

De forma mais súbita, uma elevação na consciência pode transformar um padrão Kármico. 

Por exemplo, se alguém tivesse a intenção do ciúme como um modo de vida e, então, ele experienciasse um despertar súbito que o transformasse para um nível mais elevado de pensamento, a sua vida poderia mudar neste exato momento.

Ele poderia decidir se tornar amoroso e indulgente, em vez de continuar a alimentar o velho padrão do ciúme. Esta decisão seria o fim da parte do ciúme de seu padrão Kármico. Ele seria tirado da existência pela transformação que fez com que a pessoa não mais se interessasse em alimentar este padrão de consciência.

A antiga criação se dissiparia, a sua energia seria liberada de volta ao universo, e isto deixaria de gerar circunstâncias Kármicas.

RESUMINDO

A Lei do Karma afirma que os padrões do pensamento atraem experiências para você que correspondem aos padrões.

Seu padrão Kármico, em geral, é uma reunião de cada padrão de pensamento que você criou. Ele pode mudar quando você eleva o seu nível de consciência através do crescimento espiritual, mas a Lei do Karma nunca deixa de operar. Ela é incorporada à Criação e está sempre em plena operação em todos os níveis da Criação, atraindo estes padrões que você criou através das suas intenções, sentimentos e ações.

AQUI ESTÁ A NOTÍCIA ESPECIALMENTE BOA

A Lei do Karma garante que quando você der, você receberá. Quando você curar, você receberá a cura. Quando você ensinar o que aprendeu aos outros, você descobrirá que as maiores ideias surgem dentro de você como resultado.

Se você decidir com todo o seu coração que este é o ano em que conseguirá cumprir o propósito de sua alma nesta vida, então, isto adicionará um fio ao seu padrão Kármico que afetará o seu presente e o seu futuro. Como um ímã que atrai recursos e circunstâncias em sua direção, este fio irá ajuda-lo a navegar pela vida de forma a satisfazer os seus desejos de todas as maneiras possíveis.

 Fonte: http://www.spiritualdynamics.net

Tradução: Regina Drumond  
reginamadrumond@yahoo.com.br

Read Full Post »

COMO USAR A PRECE COMO UM MESTRE

Mensagem do Arcanjo Uriel, canalizada por Jennifer Hoffman

21 de Fevereiro de 2017

 

precebuda2

Estamos na última semana da entrada do Eclipse e tem sido uma grande aventura. Se você não está dormindo à noite, sentindo-se exausta e emotiva, processando muita energia do passado, e cansada de todo o processo, ele está quase no fim (ou pelo menos esta fase). Marte é o grande jogador nesta semana, iniciando alguns aspectos poderosos enquanto ele faz quadratura com Plutão, conjunção com Urano/Eris, em trígono com Saturno e se opondo a Júpiter, tudo na mesma semana. Este é um planeta pessoal, assim ele pode trazer alguma raiva e ação. Tenha um cuidado extra com facas e instrumentos afiados, assim, também, enquanto você estiver dirigindo ou fora, pois este pode ser um período violento e acidentes são possíveis.

Então, temos o eclipse no dia 26, que é a segunda parte do ciclo de Eclipse, de 10 de Fevereiro e teremos o maior prazer em ver este fim. Procure no passado as respostas, pois estamos processando energia de 1998-2000, 2008-2013, e 2015. O ciclo do eclipse cobre 19 anos, mas os aspectos de Marte nesta semana estão reenergizando o ciclo de quadratura de Urano/Plutão e este tem sido um processo bem perturbador. A 3D está se desintegrando, assim, estamos observando o desenrolar de toda esta energia, enquanto continuamos a avançar neste ciclo de ascensão. Estamos concluindo uma fase muito importante, e ao nos desapegarmos, sem julgamento, sendo observadores do que está acontecendo, enquanto permanecemos em nossa intenção pela paz, alegria, amor e prosperidade que queremos em nossas vidas e no mundo, manteremos abertas as vias energéticas de vibração elevada. Brilhe, estaremos ainda nesta entrada por mais alguns dias e precisamos destas luzes para brilharmos intensamente.

A mensagem desta semana é uma canalização do Arcanjo Uriel sobre a prece e como usá-la de uma maneira poderosa.

Quantas vezes você orou por melhores relacionamentos, mais dinheiro, um emprego melhor, uma nova casa, por paz e alegria? E quantas vezes você repete as suas preces quando não recebe o que pediu? Você faz as mesmas orações todos os dias ou todas as semanas? Você acredita que as suas preces serão atendidas, ou acha que o Criador e o Universo são surdos porque as suas orações não são atendidas? O que você faz, então, você se sente derrotado e impotente? Você pede novamente e espera que as suas orações sejam ouvidas? Você deve saber que todas as orações chegam à Fonte e que cada desejo do seu coração é atendido. O fato que parece que a sua prece não é atendida imediatamente não é um sinal de que você não esteja sendo ouvido, mas que há outras lições ou questões envolvidas no resultado.

Uma oração não é uma petição a Deus por misericórdia, bênçãos e graça, como lhe foi ensinado pela religião. Uma prece é uma afirmação de sua conexão divina e uma declaração do poder criativo que você já tem. Embora você possa ter aprendido que se deseja algo você tem que pedir em oração, como um penitente impotente, em vez de um mestre poderoso, isto não é verdade. O domínio da Ascensão requer que você afirme o seu poder criativo como mestre multidimensional, assim quando você ora, você está apenas afirmando a sua parceria co-criativa com a Fonte e trazendo o que já existe em sua realidade como um novo potencial. Você está afirmando a alegria, a abundância e a paz, ou está afirmando a tristeza, a falta e o caos? Tudo o que você poderia desejar já é seu e as suas preces trazem novos potenciais à forma em sua realidade.

Há um passo importante para ver os resultados da prece e é reconhecer o atual caminho da vida que você e a Fonte já criaram. Se você o julga como bom ou ruim, alegre ou triste, fácil ou difícil, é o que você criou com o seu poder e como você usou a sua parceria co-criativa. Talvez, você o tenha criado em um momento em que desconhecesse os potenciais ilimitados, em que poderia ter usado o seu poder para criar e refletir a sua frequência, vibração e lições neste momento do passado. Você aprendeu as suas lições? Se assim for, então, você tem também o poder de mudá-lo.

O primeiro passo na prece poderosa é reconhecer a circunstância presente como um poderoso co-criador. Tudo o que foi feito não pode ser desfeito, mas pode ser transformado. Agora que você reconheceu a sua capacidade criativa, você pode reafirmar o seu poder criativo e criar algo diferente para si mesmo. E você usa a prece para fazer isto.

O segundo passo é usar a oração como uma declaração, confirmação e comando. Não é uma forma de implorar por alívio, que o apresenta como uma vítima de suas circunstâncias e que não faz parte de sua conexão com a Fonte. Você não pode ser uma vítima e um co-criador poderoso ao mesmo tempo. A prece é uma afirmação de sua conexão com a Fonte, uma confirmação de seu potencial, e um comando que você usa para mover a energia em novas direções, frequências e vibrações. A ascensão é uma jornada para a congruência divina, que é um processo de transição dos ciclos de cura para a totalidade e a multidimensionalidade.

A Cura é uma parte importante da ascensão, mas todo ciclo de cura deve terminar e usar a oração poderosa afirma o fechamento com limitação, impotência, medo e consciência de vítima. Ao despertar para o seu potencial criativo, você também desperta as novas possibilidades em seu campo de potencial. Use a prece como uma declaração de seu poder criativo, e não para implorar misericórdia à Fonte. Use a prece para comandar a energia para se mover, não para desejar alívio. Saiba que cada prece é sempre ouvida e sempre atendida, no tempo certo e sob as circunstâncias corretas, e quando é orado com confiança, como uma afirmação de seu poder e conexão co-criativa com a Fonte. Use a prece para estabelecer firmemente o divino em sua vida, assim a sua oração se torna uma ferramenta para a manifestação e como você cria o seu céu na terra.

Esta é uma mensagem canalizada do Arcanjo Uriel.

Direitos Autorais:
Site original: www.enlighteninglife.com

Direitos Autorais © 2015 de Jennifer Hoffman. Todos os direitos reservados.

Tradução de Regina Drumond Chichorro – reginamadrumond@yahoo.com.br

Read Full Post »

RELATÓRIO DA ENERGIA PARA ABRIL DE 2016.
Mensagem de Kate Spreckley

 

eudesperto

 

Neste momento na história da Terra, cada ser humano no planeta está experienciando um salto dramático na evolução da alma. A Terra está iniciando este processo poderoso através de uma expansão de sua própria consciência interior, criando uma onda de transformação em todo o globo. Enquanto esta transformação se revela, mudanças ocorrerão em toda a galáxia e além, mudando a própria estrutura de nosso universo. É este processo evolutivo que está iniciando a nossa atual jornada de despertar e criando uma transformação em nossas estruturas energéticas individuais e coletivas.
É a ativação da Consciência Crística, que catalisou toda a vida neste período de profundo crescimento e transformação. Enquanto esta consciência continua a despertar dentro de você, você será obrigado a restabelecer e re-estabilizar o seu sistema energético nas redes de energia em evolução na Terra. Estas redes de energia é o que reflete e regula a consciência no planeta. Enquanto elas se transformam e evoluem, é preciso que a nossa consciência humana mude e se transforme para garantir a nossa existência física contínua no planeta. É somente no despertar, na cura e na expansão de sua consciência, que você é capaz de permanecer conectado com as redes em evolução na Terra.
Neste momento, as transmissões significativas da nova energia direcionadas para a Terra, estão fluindo nas redes com uma vibração mais elevada de energia. Esta energia mantém códigos de luz, e são de natureza mais refinada e pura. Estes códigos de luz estão enfatizando áreas nas redes da Terra, onde a cura, a transformação e a liberação são necessárias. Todos os indivíduos, bem como a consciência coletiva estão sentindo isto, enquanto qualquer desequilíbrio e aspectos não curados em nós mesmos e em nosso mundo estão sendo destacados e trazidos à consciência. Este é um processo desconfortável, que está perturbando e desestabilizando a sua estrutura energética. O propósito é incentivar a sua cura e expansão. É apenas quando você cura e expande a sua consciência exponencialmente, que você pode restabelecer e garantir a sua conexão com as redes.

Março foi um mês intenso, que viu a vibração energética das redes da Terra se elevar de forma bem significativa. O Eclipse Solar na Lua Nova, no dia 9, criou uma nova energia, que visava as redes espirituais, e assim, o seu corpo espiritual. Esta energia que entrava, movimentou-se para limpar e realinhar toda a sua estrutura energética. Com o Equinócio, no dia 20, a energia avançou para afetar as redes mentais, expandindo assim a sua consciência e criando uma nova consciência da cura necessária neste momento. A energia no Eclipse Lunar da Lua Cheia, no dia 23, inflamou as grades emocionais e trouxe uma liberação dos detritos emocionais do passado. A Páscoa, no dia 27, focou a energia nas redes físicas, o que desestabilizou a sua estrutura energética para criar uma liberação da memória celular no interior do seu DNA.
Seu DNA contém toda a informação sobre você, sua alma, sua essência, bem como toda a informação sobre a Terra e o cosmos. Quanto mais o seu DNA é ativado, a mais informação você tem acesso. Antigas padronizações, programações e o carma podem bloquear os códigos de luz que chegam e suprimir o seu DNA, impedindo-o de ser ativado plenamente. A desestabilização de seu sistema de energia pelas energias que chegam está permitindo uma maior consciência dos padrões, da programação e do carma de sua alma. Quando você processa, cura e libera estes velhos aspectos da alma, os códigos de luz são capazes de penetrar em seu sistema energético e, portanto, de ativar o seu DNA.

Lembre-se de que 2016 é o Ano da Alma. Como tal, você se tornará mais e mais ciente da necessidade de cura e transformação neste nível. Este é um momento em que tudo está sendo revelado. Os códigos de luz que chegam estão ativando a sua estrutura energética e, também, inflamando cada aspecto de sua alma. Todo o seu carma, sua dor não resolvida, as profundas feridas da alma que você carregou por eras, tudo o que você negou e reprimiu, está sendo exposto. Este é um avanço ou um momento de ruptura. Você tem que escolher. Agora é o momento de se tornar muito consciente e tomar uma firme decisão de se curar. Você tem que mudar estes padrões. Você tem que encontrar uma maneira de deixar de reagir à vida das mesmas antigas maneiras. Você tem que fazer uma escolha consciente para encontrar uma maneira diferente. Você não pode mais ignorar e nem negar a cura que é necessária e as mudanças que você precisa fazer.
O plano divino para a sua vida apenas começará a se revelar quando você curar e liberar os velhos padrões e programas de sua alma. É somente com a revelação deste plano que a evolução de sua alma e a contínua jornada neste planeta são asseguradas: quanto mais você desperta e se cura, mais você ilumina o seu caminho e o seu propósito sagrado, o que somente se torna tangível se você aceita esta profunda transformação da alma. Somente quando você liberta a sua alma das armadilhas do passado, você pode começar a cumprir o seu destino e ancorar o aspecto perfeito, infinito e eterno de seu ser na forma material.
Para trilhar este caminho de consciência você deve ir além de suas feridas e aceitar esta profunda oportunidade. Siga as vias internas do seu coração e destranque a porta para a sua alma. Reacenda as esperanças, preces e sonhos que você mantém para esta vida. Seja receptivo às operações internas de sua alma e você receberá percepções sutis e mensagens para guiá-lo à frente. Reúna-se na preparação da descoberta de uma nova vida com as novas experiências que apelam ao seu coração e alma. Lembre-se de que você está destinado a se reunir com a pureza do amor e da luz divina. Sua busca é cumprir este destino, perseguindo corajosamente o caminho do coração. Está lhe sendo concedido um novo nascimento, que carrega as sementes necessárias para o surgimento da nova terra.


Direitos Autorais:
Kate Spreckley
http://www.spiritpathways.co.za
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Read Full Post »

ATUALIZAÇÃO DA ENERGIA ANTES DO SOLSTÍCIO E DO NATAL DA LUA CHEIA
NAVEGANDO NOS ÚLTIMOS 12 DIAS DE 2015.
Mensagem de Selácia
20 de Dezembro de 2015

 

meninaeluz
Com apenas 12 dias restantes em 2015, é útil neste momento considerar a grande cena de sua vida e da realidade física em que você se encontra agora. Neste artigo, eu forneço insights para ajudá-lo a acessar esta visão mais ampla, bem como as sugestões para aproveitar ao máximo este ciclo de fim de ano.
O SOLSTÍCIO E A LUA CHEIA DESTA SEMANA
Com o Solstício chegando em 21 de Dezembro e uma Lua Cheia que ocorre no Dia de Natal, a semana à frente é um momento excelente para um impulso do seu espírito e para encontrar o prazer nas pequenas coisas enquanto você faz uma revisão do final de ano. Dê-se a permissão para se divertir e abrir mão um pouco mais do que o habitual agora. Não foi um ano fácil e é bem provável que você tenha tido mais problemas do que o habitual para enfrentar.
A maioria das coisas envolve outras pessoas de alguma maneira – isto significa que os seus relacionamentos com outras pessoas têm muito a ver com a sua experiência deste mundo. Estes relacionamentos podem ser casuais, ou muito íntimos. Todos eles contam. Não é tanto as pessoas em si. É como você se relaciona com estas pessoais e com que nível de consciência. Estar presente, ser bondoso e amoroso é sempre a escolha mais elevada quando você se relaciona com os outros.
RELACIONAMENTOS EM FOCO AGORA
As energias desta semana podem colocar os relacionamentos em evidência, esclarecendo coisas entre você e os outros. Mais clareza pode levar à cura de feridas de até longa data. Faça o melhor que puder para estar aberto de uma maneira presente e compassivo.
Se você interagir com alguém que recentemente o irritou, pretenda conscientemente estar suficientemente aberto para ouvir a pessoa de uma nova maneira. Dê a esta pessoa toda a atenção para que possa absorver tanto as palavras quanto a energia por trás das palavras. Não se esqueça de incluir o espírito na mistura – peça insights ao seu eu superior sobre as melhores formas para responder. Lembre-se: Você não é obrigado a ter uma resposta a cada afirmação ou ação. Às vezes, é mais importante ouvir e manter um espaço amoroso entre você e a outra pessoa.
As pessoas são uma parte essencial do seu sistema de informações. Elas são os reflexos que você não pode proporcionar a si mesma – um verdadeiro presente em seu caminho da iluminação. As pessoas e realmente tudo em seu mundo compõem o seu sistema de feedback contínuo, refletindo para você as energias que colocou em movimento e os pensamentos que você teve. Sua auto realização ocorre em um processo ao longo do tempo, enquanto você aprende a dominar a arte de se relacionar com os outros.
Mesmo os animais de estimação desempenham um papel significativo. Os animais de estimação podem assimilar e reagir aos seus conflitos internos e perturbações, bem como a sua alegria e contentamento. Da próxima vez que os seus animais de estimação agirem, considere como o seu humor pode ser um fator e faça o que puder para se alegrar. Leve em conta o caos das festas, também, pois os animais podem ser afetados por explosões em atividade, tornando-se muito excitados.

No Natal deste ano, nós temos uma rara Lua Cheia, acrescentando um fator de ampliação para o dia. Esta Lua Cheia pode trazer iluminação, também, as pessoas se reunindo com momentos de “ah” sobre os seus papéis e se conectando potencialmente com o vínculo mais importante que elas têm – o amor.
Independentemente de que dia é e se você está comemorando com outros, lembre-se que o amor é a sua verdadeira natureza. Permita que o amor surja naturalmente do seu interior e o expresse de alguma forma diariamente.
A cada vez que você fizer isto, terá apreendido o seu momento de resplandecer a sua luz de uma forma poderosa. Quando você faz isto, você se capacita e ajuda outros a ver a sua própria luz. É como se você fosse uma ponte, ajudando alguém que parece inseguro a encontrar o seu caminho. Não subestime o benefício de um gesto aparentemente tão simples.
Saiba que como um agente de mudanças divino, você está realmente codificado a ser esta ponte tão benéfica – acolha o seu papel!

CONTAGEM REGRESSIVA PARA 2016
Á medida que nos aproximamos de 2016, tenha momentos de um tempo tranquilo para auto-reflexão. Tranquilize-se e faça alguma investigação interna para uma visão mais ampla de onde você está agora. As possibilidades são, se foi um ano difícil, que você possa ter dúvidas sobre o seu progresso, não considerando o seu verdadeiro crescimento até agora.
Peça ao espírito para lhe dar uma imagem mais completa e para lembrá-lo de seus dons e habilidades. Quando você se conectar com esta informação, pode ser útil fazer uma pequena lista do que você é bom e do que gosta de fazer. Não pense excessivamente nisto – apenas anote algumas coisas que chegarem imediatamente a você. Coloque a sua lista em algum lugar onde possa vê-la ao longo dos próximos dias antes do final do ano.

Se houver um projeto, um relacionamento, ou, talvez, uma direção de vida inteiramente nova que você sente que está em espera ou em que é desafiado, reflita sobre a questão antes de dormir – então, peça um sonho para trazer clareza e ideias de medidas de ação.
Dica: Como você termina 2015 ajuda a determinar como você começará o próximo ano. Considere como você quer terminar o ano e o que poderia fazer ou deixar de fazer para tornar o final, um planejamento positivo para o próximo ano. Os términos definem as bases para o que está vindo em seguida. Crie um ano maravilhoso, dando a sua atenção a isto agora. Você merece um 2016 maravilhoso!


Direitos Autorais 2013 * www.selacia.com
Selácia
Você está convidado a compartilhar estas mensagens do Conselho dos 12 com outros, e colocá-los na Internet, na mídia social, em blogs e em sites. Por favor, inclua toda a mensagem, a fonte e o endereço do site. Que possam caminhar em um mundo cheio de amor e de bondade.
Traduzido por: Regina Drumond Chichorro  – reginamadrumond@yahoo.com.br

Read Full Post »

luz-divina

AS ENERGIAS DE JULHO DE 2013


Mensagem de Jennifer Hoffman
2 de Julho de 2013

Enquanto começamos este novo mês, começamos também o segundo semestre de 2013.

Ao invés de perguntarmos “O que há em seguida?”, uma pergunta melhor seria: “O que restou?”, como o que resta para aprender, compreender, liberar, re-calibrar, ajustar e limpar, porque parece que isto é tudo o que estivemos fazendo desde Janeiro e muito tempo antes disto.
Mesmo com o Mercúrio retrógrado deste mês, temos alguns momentos mais suaves à frente, à medida que entramos neste novo período. Julho é um mês fantástico para a limpeza e a preparação dos novos inícios (que podem não chegar até Setembro), que podem ser feitos de qualquer maneira que gostem, com graça e facilidade, ou com uma dose saudável de caos.

Ultimamente, muitas pessoas estiveram me perguntando como elas podem saber que elas fizeram o seu trabalho de limpeza, que ascenderam e algumas temem que elas percam ou que perderam todo o evento. É um processo contínuo e não há nada a perder, nem há um evento que irá marcar quando isto estiver concluído.

O que estamos fazendo agora e que não fomos capazes de fazer antes, é ver onde fizemos progresso, onde estão os nossos últimos passos e se estamos em um espaço onde podemos fazer a transição para a conclusão. Isto tem um preço, contudo, e o preço é deixar ir a necessidade de curar e de ser curado, de ver o reflexo de nossa cura nos outros e achar que concluímos, uma vez que todos estejam no mesmo espaço, energética e emocionalmente, e na mesma freqüência e vibração.

O outro preço é uma questão de valor. O que podemos receber e experienciar é bloqueado por nossas limitações auto-impostas. Está tudo aí para nós agora. Se não recebemos, ou não pedimos, ou não pedimos o que realmente queremos. Talvez estejamos pedindo, mas não estejamos abertos para receber, porque temos questões em torno de merecimento e dignidade.
Esta é a nossa jornada de aceitação e de autoconhecimento, onde deixamos de nos julgar e aos outros, por quem e o que somos, por onde achamos que estamos, ou que deveríamos estar em nossa jornada de cura.

Em Julho, nós temos um forte elemento de água ou de cura que oferece duas possibilidades para esta cura final e encerramento, suave e fluida, ou uma torrente intensa. Se estivermos no aspecto fluido e suave, praticamos a aceitação e o desprendimento, reconhecendo que todos estão onde eles precisam estar, a cada momento, e nos concentramos onde estamos em nossa própria jornada.
A torrente tempestuosa fala por si e pode ser um remo resistente, rio acima se estivermos contra o fluxo, ou um passeio desvairado, se estivermos descendo o rio sem os remos. E embora possamos terminar no mesmo destino, não nos sentiremos tão bem e não apreciaremos tanto o processo.

É também um mês de autoconhecimento e há dois aspectos para este também, o auto julgamento crítico, áspero, ou o amoroso, digno e merecedor. Novamente, temos que escolher, mas neste caso, o destino não é o mesmo. Não seremos capazes de desfrutar do amor, da paz, da harmonia, da abundância e da alegria que podemos ter, o tempo todo, se formos críticos, ásperos e não amorosos com nós mesmos.

Nós somos dignos, vocês são dignos, eu sou digna – digam isto, até que nisto acreditem. A única maneira de mudar o mundo é começarmos com a forma com que falamos e pensamos em relação a nós mesmos. Tudo começa conosco e a menos que estejamos dispostos a nos vermos na mesma luz, amor e verdade, como somos vistos pela nossa Fonte, pelo Universo, por nossos guias e anjos, iremos limitar o nosso acesso a todas as coisas boas e maravilhosas que nos estão disponíveis.

Tudo o que queremos e pensamos em liberar de nossas vidas, está tão preparado para nos deixar, como estamos preparados para deixá-lo ir.
Em Julho isto envolve o grande três, o lar (onde estamos ancorados, vivemos e como nos percebemos no mundo), os relacionamentos (incluindo os empregos, parceiros íntimos e família) e o equilíbrio das energias espirituais e materiais em nossas vidas.

Se uma destas áreas estiver fora do equilíbrio, sentiremos isto neste mês e saberemos quando estamos remando rio acima, contra o fluxo. Como é que sabemos? Onde não estamos felizes, sentimo-nos fora do controle, fora do nosso elemento, fora de sincronia com a nossa visão de alegria, de amor, de paz e de abundância para a nossa realidade?

À medida que ajustamos a nossa freqüência vibratória, encontrando o âmbito perfeito de nossa alegria, paz, amor e abundância, estreitamos a faixa de frequências que permitimos nos conectar conosco, enquanto expandimos a nossa capacidade de receber bênçãos nestas áreas.

Se acharem isto confuso, considerem isto desta maneira:
Quanto mais souberem o que lhes traz alegria, paz, abundância e amor, menos vocês dispersarão as suas energias em busca destas coisas. Assim, vocês podem concentrar a sua energia muito especificamente e com grande clareza, e se tornar um ímã, em vez de um buscador.

Como diz a canção: “Vocês não estão procurando o amor em todos os lugares errados” e podem estar na alegria e atrair mais alegria e bênçãos para vocês.
Tenham um ótimo mês.

-…..—==II==—-…..-

Direitos Autorais:
Site original:
www.enlighteninglife.com
Direitos reservados © 2004/2013 para Jennifer Hoffman. Todos os direitos são reservados. Todo o material desta página está protegido pela lei dos direitos internacionais dos Estados Unidos da América e não podem ser parcialmente o integralmente reproduzidos sem a permissão escrita e expressa da autora. Todas as reproduções autorizadas, parciais ou em cópias, por inteiro ou em parte, devem fazer referência ao nome da autora e ao website de Curas Uriel
Tradução de Regina Drumond Chichorro –
reginamadrumond@yahoo.com.br

Read Full Post »

O CAMINHO DO TRABALHADOR DA LUZ
Uma mensagem de Jeshua canalizada por Pamela Kribbe em
julho de 2011

Querido amigo,

Eu sou Jeshua e saúdo-o. Estou intimamente conectado a você pelo meu coração. Somos profundamente ligados e existe um nível no qual somos um. A consciência unificada que nos une, pode ser sentida como uma energia de liberdade, criatividade, bondade e alegria. Esta é a sua verdadeira origem e o seu verdadeiro lar. Agora você está manifestado na forma física, localizado no tempo e no espaço, mas é muito mais do que isso. Sinta a energia de Deus no seu interior e perceba como essa energia é simples. Deus não está no topo de uma hierarquia, olhando para você de cima para baixo. Deus é o fluxo de energia que flui através de tudo: através de você, através de todos os seres vivos da Terra, e até através das coisas que parecem inanimadas no seu ambiente material. Deus está em todos os lugares.

Deus não é limitado por formas. Deus é a consciência criativa pura, conectando-se com formas materiais, no tempo e no espaço, para experienciar a vida de inúmeras maneiras diferentes. Agora sinta quem você é nesse imenso fluxo divino: uma centelha de luz dentro de um oceano de consciência viva, mas uma centelha indestrutível que oferece uma contribuição única ao todo. Sinta a força indestrutível no seu interior; ela está aí para sempre. Você faz parte de Deus.

Sua consciência é divinamente criativa. Você escolheu seu caminho de vida e suas experiências. Embora geralmente isto não lhe pareça verdadeiro, nas profundezas do seu ser existe uma força criativa que programa certos acontecimentos importantes na sua vida e atrai as experiências que você deseja ter para entender, crescer e se expandir. Essencialmente, você nunca é uma vítima neste mundo. No âmago do seu ser, você nunca é verdadeiramente impotente nem arruinado. Porque, nesse âmago, está a centelha de Deus que diz “sim” às experiências pelas quais você passa na forma física, e que sabe que você é capaz de aprender com elas, para que sua consciência se torne ainda mais ampla e compassiva.

Acolha esse poder criativo interior, que atraiu para você a vida que você experiencia agora. Acolha sua vida com todos seus altos e baixos. Você tem o poder de vivê-la bem. A maior satisfação que encontrará será lembrar-se quem você é enquanto estiver na forma física, preso nas exigências e nos desafios da vida na Terra. A recordação de quem você é permite que a centelha de luz divina se conecte totalmente com o seu eu humano. Entregar-se a essa centelha de luz criativa, ilimitada, no seu interior, mudará a sua vida e mudará também a vida de outras pessoas.

Você que está lendo isto e que se sente atraído pela energia Crística, é alguém que deseja irradiar sua luz interior para o mundo. Você deseja se manifestar como um trabalhador da luz, isto é, você sente o desejo de difundir a luz e elevar a consciência na Terra. Sua paixão é pura e real; ela vem do âmago de quem você é, da sua alma. É a centelha de Deus no seu interior que o conduz a esse desejo, pois, para Deus, é natural querer compartilhar alegria, luz e compaixão. Sempre que você se sente feliz por expressar aquilo que você realmente é, você está sentindo a alegria de Deus também, pois você e Deus são um só coração!

Muitas vezes você se pergunta o que o trabalho de luz realmente é. O que significa difundir a luz ou oferecer a cura para outras pessoas? Esta é a questão que eu gostaria de abordar hoje. Antes de mais nada, precisamos olhar mais de perto para o relacionamento entre as pessoas, quando uma está ajudando a outra. Gostaria de salientar que está acontecendo uma coisa estranha na distinção que a sua sociedade faz entre saudável e doente, ou inteiro de fragmentado. Quando vai ao médico com um problema de saúde, você é uma “pessoa doente necessitando tratamento”. Os médicos devem saber alguma coisa que você não sabe. Eles são os especialistas e você facilmente tem a sensação de que sua saúde está nas mãos deles. Isto não é muito diferente quando você sofre de problemas mentais ou emocionais. Se uma pessoa vai a um terapeuta, a um psicólogo ou a um médico, ela silenciosamente pressupõe que estes especialistas possuem algum conhecimento ou capacidade superior que pode ajudá-la a resolver suas questões. O próprio modo em que o relacionamento entre paciente e médico ou terapeuta se define faz com que algo aconteça com a auto-percepção de ambas as partes envolvidas.

Se este relacionamento for enquadrado em termos de um ter maior conhecimento e percepção que o outro, fica subentendido que o paciente precisa do terapeuta/médico para receber alguma coisa que ele mesmo não possui e não pode dar a si próprio. Supõe-se que o terapeuta seja inteiro e saudável, e que esteja oferecendo luz e cura a uma pessoa que está doente e/ou despedaçada. Deste ponto de vista, o terapeuta ou médico está à frente do paciente e de posse de algo que ele oferece àquele que carece desse conhecimento ou capacidade.

De uma perspectiva espiritual, este ponto de vista é falso e distorcido. Ele faz com que você já comece com o pé errado. Entretanto, ele está profundamente arraigado na sua sociedade, nos cuidados com a saúde física e mental. Observe como é fácil sentir-se menor do que a pessoa que você está consultando para conselho médico ou espiritual. Você é o que tem o problema; ela é a que tem a solução. Uma armadilha comum para as pessoas que ajudam outras diariamente é identificar-se tanto com o papel de auxiliador a ponto de não conseguir se desapegar dele. Elas se definem através desse papel e isto as torna dependentes dos seus pacientes, do mesmo modo que os pacientes se tornam dependentes delas. O paciente pode sentir que precisa do terapeuta para curá-lo, mas o terapeuta também precisa do paciente para sustentar sua imagem de auxiliador – aquela pessoa entendida, grandiosa, que está disposta a compartilhar suas conquistas com os necessitados. Neste ponto é fácil nascer um relacionamento desequilibrado, centrado em poder e dependência.

O trabalho de luz é algo muito diferente. Para entender o que verdadeiramente é o trabalho de luz ou cura espiritual, você precisa abandonar a imagem tradicional de “terapeuta ajudando paciente” ou “médico curando paciente”. Você precisa abandonar a própria idéia de que ajudar quer dizer dar alguma coisa a outra pessoa. A própria idéia de que falta alguma coisa à outra pessoa é prejudicial ao seu processo de cura. A verdade é que a única maneira de ajudar alguém é conscientizá-lo do seu próprio poder e capacidade de curar a si mesmo. A marca de um bom professor é que ele se faz menor em vez de maior. Os verdadeiros professores encorajam você a reassumir o seu poder interior e não aceitam a sugestão de que você é pequeno, necessitado e dependente de alguém mais. Os verdadeiros professores nunca se apresentam como autoridades. Isto é uma coisa boba de se fazer. O verdadeiro presente de um curador é conscientizar a pessoa da sua própria autoridade interna, do fato de que ela é uma centelha de Deus e tem à sua disposição todo o conhecimento do qual precisa.

A cura verdadeira é muito simples. Ela não requer métodos elaborados nem conhecimentos. Estou falando aqui da cura para a alma. Naturalmente, problemas físicos podem precisar da ajuda de médicos especialistas que possuem conhecimentos e capacidades específicos. Entretanto, a cura que afeta a alma é muito simples. Se você for até a raiz dos problemas mentais e físicos de uma pessoa, de alguma forma encontrará a crença de que ela é impotente, desprezível, indigna de ser amada e está condenada.

A causa mais profunda é que a pessoa se sente desconectada do seu verdadeiro ser, da centelha de luz divina que ela realmente é. Oferecer cura a uma pessoa é abrir sua lembrança do Lar, é relembrá-la da sua beleza perfeita, da sua força e inocência.

Como se faz isso? Em primeiro lugar, não existe nenhum método nem remédio fixos. Não é um procedimento mecânico. É uma transmissão de energia que pode acontecer de várias maneiras. Voltarei a este ponto, mais adiante. Em segundo lugar, ninguém se cura a menos que decida se abrir para a cura. Não se pode forçar a cura a ninguém. Ela é uma decisão da pessoa. Na verdade, a cura real é uma espécie de milagre: é o nascimento de uma nova consciência na alma. É uma criação do indivíduo e não pode ser prevista de antemão.

Na vida de toda e qualquer pessoa existe um momento em que ela se defronta com a escolha entre a sombra e a luz. A sombra representa a entrega ao auto-julgamento, ao ódio de si mesmo, a pensamentos negativos e ao medo. A luz representa a abertura para a bondade, o perdão, a alegria e a abundância que são verdadeiramente a marca da divindade. A escolha depende de cada um.

Mesmo que o mais lindo anjo lhe acene, convidando-o a liberar o passado e entrar no reino de Deus, fundindo-se novamente com a centelha de Luz que você é, a decisão depende de você. Se estiver imerso em imagens profundamente negativas de si mesmo ou de outra pessoa, se estiver sob o domínio do medo e da raiva, talvez você nem repare no anjo. Na verdade, o anjo da cura sempre está perto de você. Ele é o seu Eu Superior ou Eu Verdadeiro, sua divindade tentando relembrá-lo de quem você é.

Algumas vezes na sua vida, você encontra pessoas que fazem o papel do anjo da cura por algum tempo. Pode ser que nem estejam conscientes disso, mas elas o ajudam a se lembrar de quem você realmente é. O modo com que elas o escutam ou falam com você permite que uma centelha do seu Eu Verdadeiro repentinamente penetre a sua consciência e você se sinta alegre e inspirado depois de estar com elas. Isto pode inspirá-lo a escolher a luz, e tomar decisões na sua vida que sirvam ao seu Eu Superior, à sua paixão e amor pela vida. A presença do anjo pode servir como um lembrete, e pode ser a chave para a mudança na sua vida, mas mesmo assim, a decisão de confiar e dar um salto de fé é sua. Só você pode fazer o milagre acontecer!

Você deve ter encontrado anjos de cura na sua vida, e provavelmente deve ter sido um anjo de cura para os outros em diversas ocasiões, mesmo que não soubesse disso. O ponto importante aqui é que isto é o trabalho de luz. Não se trata de curar ou consertar as pessoas, não se trata de lhes oferecer soluções para os seus problemas, não se trata de lhes ensinar certas habilidades ou conhecimentos ou regras de ética. Todas essas ações pressupõem que lhes falta alguma coisa, que elas são pequenas e indefesas. A cura espiritual vira esse quadro de cabeça para baixo.

Se você tem a intenção de oferecer cura espiritual para uma pessoa, o que você lhe oferece é realmente uma mudança de percepção. Em vez de se concentrar nos problemas dela, nas suas questões e nos seus sentimentos de impotência, você se concentra na essência da pessoa, na sua inteireza, na sua beleza radiante. Se existe alguma coisa que um curador espiritual pode oferecer, esta é a dádiva da verdadeira visão. Se você for capaz de olhar através da dor, da raiva, do medo e do comportamento autodestrutivo de uma pessoa e enxergar o anjo de luz em seu rosto, você lhe oferece algo muito precioso. Ao enxergar a essência verdadeira da pessoa, você invoca essa essência e a convida a se apresentar. Perceber o verdadeiro poder e a luz interior de um ser humano, mesmo quando eles não se mostram na superfície, é como chamá-lo por seu nome verdadeiro. Não há nada mais poderoso do que ser chamado por seu nome verdadeiro.

O que eu fiz, quando realizei as supostas curas milagrosas, durante a minha vida na Terra como Jesus, foi entrar em contato com a essência divina das pessoas. Quando eu enxergava e sentia a centelha divina em alguém, essa essência despertava e era ela que realizava a cura, não eu. A recordação da própria divindade é que restaurava a saúde mental e até mesmo física daquelas pessoas. Esses encontros nem sempre resultavam em cura, porque sempre dependiam do indivíduo abrir-se ou não para a cura. O milagre estava nas mãos do interessado, e isto é importante lembrar sempre que você trabalhar com pessoas com o propósito de cura.

Toda cura espiritual vem de dentro. Você não cura ninguém como trabalhador da luz. Você cria um espaço de abertura, de não-julgamento, que convida o outro a olhar para si mesmo de uma forma aberta e compassiva. Em vez de tentar resolver qualquer problema externo, você contata a alma do outro e mantém uma visão de confiança e clareza para ele. Esta é a forma de ser do trabalhador da luz. Você tenta devolver ao outro a sua própria grandeza, em vez de se concentrar na sua pequenez. Trabalhar com uma pessoa no nível da alma significa mostrar-lhe a responsabilidade que ela tem por sua própria vida. Se você fizer isto amorosamente e sem julgamento, a pessoa não vai sentir que essa responsabilidade seja um fardo; vai sentir que assumir a responsabilidade é libertador e que a ajuda a reassumir o seu poder pessoal. Ao acreditar realmente nos poderes criativos do outro, você espelha a própria força dele através dos seus olhos e palavras. Concentrando-se no que é inteiro e puro no outro, você reforça isso nele.

Você só pode fazer isso se acreditar verdadeiramente que é possível. Se, em algum nível, você duvidar que o outro seja capaz disso, confirmará o sentimento de fraqueza da pessoa, em vez de invocar sua força. Você é mais poderoso como curador quando confia plenamente na capacidade do outro de resolver seus próprios problemas e abandona qualquer idéia de que ele seja dependente de você. Talvez você sinta que devolver a responsabilidade para o outro desta forma significa abandoná-lo ou dizer-lhe que resolva suas questões por si mesmo. Entretanto, desfazer os laços de dependência não quer dizer que você não esteja mais à disposição do outro para ajudá-lo. Você continua lá, mantendo sua fé na verdadeira força e poder interior dele, encorajando-o a ultrapassar suas limitações auto-impostas e ser tudo que ele pode ser. Mas ele é que vai decidir o que fazer com o espaço de cura que você lhe oferece.

Sei que muitas vezes é difícil ver outras pessoas sofrerem, especialmente quando são seus entes queridos. Pode lhe parecer impossível parar de “ajudá-los”, se desapegar deles e pôr sua energia em outro lugar. Mas, por favor, pare por um instante e pense se você está realmente ajudando-os desse modo. Se eles dependem da sua energia de bondade e apoio para se sentirem bem, como poderão algum dia enfrentar a falta de bondade e apoio deles mesmos em relação a si próprios? No nível da alma, você pode estar reforçando a fraqueza deles em vez de despertar seu verdadeiro poder interior. Isto afeta a ambos negativamente.

Ser um trabalhador da luz ou curador espiritual significa procurar se conectar com os outros de alma para alma. No nível da alma, todos os seres humanos são iguais e ninguém está à frente de ninguém. Todos são centelhas da existência que vocês chamam de Deus. No nível humano, pode parecer que uma pessoa seja mais entendida, evoluída ou sábia do que outra. Mas, da perspectiva da alma, este tipo de julgamento torna-se obsoleto. Todas as almas estão viajando através do universo infinito e passam por vários ciclos de experiência e crescimento. Pode ser que você esteja ajudando alguém que está sofrendo de grave desequilíbrio emocional, devido às circunstâncias muito difíceis que encontrou na vida. Pode ser que, neste ponto do tempo, você seja aquele que está oferecendo ajuda. Mais tarde, porém, quando esse ser sofredor tiver recuperado sua força, ele pode se tornar seu professor e lhe mostrar sabedoria e compaixão tão profundas, que o surpreenderão.

Para oferecer cura espiritual ou ser um trabalhador da luz, é importante ter sempre em mente que você é igual aos outros no nível da alma. É essencial que você reconheça a sua própria humanidade e que você está realmente no mesmo barco que os outros. Você pode estar mantendo um espaço de luz e compaixão para alguém, mas isto não o torna diferente dele, no sentido de “ser superior” ou “estar acima” dele. Não se identifique com “ser um trabalhador da luz”. Se você se sente atraído para ajudar as pessoas a descobrirem o verdadeiro poder que existe dentro delas, siga sua paixão e faça o que você ama fazer.

O trabalho de luz pode tomar todos os tipos de formas; ele certamente não se limita a oferecer terapia. Geralmente, se você fizer o que realmente ama fazer, verá que inspirará os outros a fazer o mesmo. Ser uno com a centelha de Deus no seu coração o conduzirá naturalmente para o tipo certo de trabalho ou de relacionamento ou de lugar para morar. Viver a partir do coração é realmente muito simples. É se conectar com o desejo do seu coração, sua alegria verdadeira, e ousar agir de acordo com isso. É isto que o torna um trabalhador da luz, e não necessariamente o fato de “ajudar outras pessoas”. Porque, ao trazer para o mundo a canção exclusiva da sua alma, você inspira outras pessoas a também acreditarem em si mesmas e a trazerem o melhor de si para o planeta. A luz se irradia naturalmente para fora. Você não precisa se preocupar sobre como difundir a luz no mundo. Não tente ser bom e útil. Tente viver de acordo com sua natureza divina e única, e o mundo será um lugar melhor por causa disso.

© Pamela Kribbe 2011

Tradução de Vera Corrêa

veracorrea46@ig.com.br

Read Full Post »