Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘vibração’

BURACOS NEGROS EMOCIONAIS SÃO DRENOS E LIMITADORES DE ENERGIA

 

buraconegro

Mensagem de Jennifer Hoffman

29 de Maio de 2018

Apenas quando pensamos que as grandes mudanças de energia de Maio estavam concluídas, desde que o Mês está quase acabando, algo acontece. Na semana passada houve muitas mudanças na narrativa energética e um despertar em massa das pessoas. Lembre-se de que estes movimentos podem afetar o seu próprio equilíbrio energético, especialmente aqueles que são muito sensíveis à energia e aos seus movimentos.

Para o artigo desta semana estou compartilhando algo dos arquivos que é muito relevante para nós hoje e que pode ser um grande obstáculo em nosso caminho: as feridas da alma e o trauma energético que criam buracos negros energéticos em nosso campo de energia. Estes podem drenar nossa energia e limitar nossa alegria de muitas maneiras, mas podemos superá-los, como você lerá no artigo desta semana.

E temos uma linda lua cheia na terça-feira, 29 de maio, que também traz muita energia emocional para a linha de frente, de modo que o tópico dos buracos negros emocionais, feridas da alma e traumas energéticos, está bem no alvo.

PERIGO – BURACOS NEGROS EMOCIONAIS A FRENTE

Deveríamos ter um sinal de alerta para nos avisar quando estivéssemos ativando nossos buracos negros emocionais, como o robô no programa de TV Perdidos no Espaço(dos anos 60) que agitava os braços e dizia “Perigo Will Robinson” quando o perigo estava se aproximando. A próxima melhor coisa é entender quais são os buracos negros emocionais, o que os causa e como podemos evitar ser atraídos para eles.

Você já esteve sentado, cuidando de seu próprio negócio e, então, recebe uma chamada de telefone ou uma mensagem que lhe envia um tsunami emocional? De repente, a sua vida, que você pensava que estava muito bem apenas um minuto antes, passa por uma mudança emocional, e você fica tão chateado, irritado, inseguro ou triste que você gira para um pânico emocional negativo. Ou você está ouvindo o rádio e toca uma música que lhe recorda a sua primeira decepção amorosa e você chora durante dias?

O que acabou de acontecer? Sua energia emocional foi colocada em movimento porque uma conexão foi feita com um buraco negro emocional que agitou a sua energia e lhe deixou em um estado de pânico. Agora você tem que encontrar a fonte deste buraco negro emocional, curá-lo e liberá-lo, para que você possa trazer novas energias.

Buracos negros emocionais não são, ao contrário do que você possa pensar, espaços onde não temos energia emocional. Eles são espaços em nosso corpo emocional onde, como os buracos negros no universo, nós temos uma concentração de energia muito densa, um reservatório que contém todo o nosso trauma emocional não cicatrizado. Nossas memórias emocionais mais dolorosas representam os nossos maiores buracos negros emocionais, e eles são forças poderosas de negatividade. E como os buracos negros, eles drenam a energia de tudo em nossa vida. Eles podem transformar os nossos melhores momentos em eventos tristes, porque eles são um lembrete constante de um passado doloroso. E eles têm fortes pontos desencadeadores que podem ser facilmente ativados pelo menor evento ou situação.

Buracos negros emocionais funcionam de duas maneiras – eles sugam a energia quando tentamos encontrar um antídoto para a dor, e eles alteram o nosso corpo de energia, de modo que toda a nossa energia reflita a energia deles. Quanto maior for o trauma, mais somos afetados pela freqüência e a vibração de nossos buracos negros emocionais. Pense em um aspirador gigante que suga toda a alegria, a paz e as coisas boas da sua vida. Você cria o vácuo para que você não se arrisque a ficar desapontado se as coisas não funcionarem para você? O trauma emocional do buraco negro é baseado na experiência do passado, de modo que eles têm uma base de fato e verdade.

E eles são também os espaços que tentamos preencher quando chegamos a novos relacionamentos e procuramos pessoas que nos amam. Esperamos que elas preencham o buraco negro emocional para nós, mas, como você provavelmente já experienciou, tudo o que elas fazem é tornar o buraco maior, porque elas não podem nos dar algo que já não temos dentro de nós.

Recebemos e processamos a energia universal através de nosso corpo emocional e estamos movimentando a energia ao redor durante todo o tempo. Mas os nossos buracos negros emocionais são lembretes constantes da dor que podemos experienciar quando assumimos riscos emocionais ou abrimos os nossos corações. Assim, criamos uma zona de conforto energética e movimentamos a energia em pequenas quantidades e na mesma frequência e vibração, geralmente em torno da energia de nossos buracos negros emocionais.

Então, quando nós precisamos realmente fazer uma grande mudança e transformar a nossa velha energia emocional, o que significa reconhecê-la e liberá-la consciente e intencionalmente de nosso corpo energético, para que outra energia possa ocupar o seu espaço, algo deve chamar a nossa atenção.

Assim, criamos um evento de vida que nos permite ver onde estamos limitando o movimento de nossa energia e que energia requer um grande movimento em vez de um deslocamento minúsculo e confortável. E quando precisamos mudar a energia de nossos buracos negros emocionais, os lembretes chegam de maneiras que são difíceis de ignorar. Mas quando pedimos uma mudança, nós recebemos o que precisamos mudar. Agora só temos que fazer o trabalho de realizar a mudança em nossa vida.

Isto é onde nos posicionamos ou desistimos, onde devemos estar dispostos a confiar que não cairemos, se tentarmos voar na alegria, na paz, no amor e na abundância que queremos em nossas vidas. Nossos buracos negros emocionais nos drenam, e criam uma forte vibração negativa que afeta toda a nossa energia. Liberá-los permite que mais energia gratificante entre em nossos campos de energia e se integre em nossas vidas.

Se isto for mais perceptível para você, saiba que é porque estamos experienciando tantas descargas de alta freqüência e energia de vibração elevada que toda a nossa energia negativa está sendo acionada e precisamos estar dispostos a liberá-la para criar espaço para uma vibração mais elevada. Isto é uma parte importante de nossa jornada da ascensão e estar disposto a fazer este nível de cura, limpeza, liberação e transformação é um passo corajoso nesta direção.

http://enlighteninglife.com

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

 

Anúncios

Read Full Post »

COMO MANIFESTAR ABUNDÂNCIA EM SUA VIDA

Mensagem dos Guias Angélicos através de Taryn Crimi

12 de janeiro de 2017

anjodaabundancia

 

Hoje nós gostaríamos de aproveitar este momento para falar sobre a manifestação da abundância. Certamente a abundância pode vir em muitas formas, mas nós falaremos principalmente sobre a abundância financeira, porque este é um tópico que nós somos pedidos mais frequentemente para falar sobre. Permita-nos começar.

Costumamos dizer que todos vocês estão sempre manifestando abundância em todos os momentos, mesmo que você não sinta ser, particularmente, abundante em algo. Lembre-se você pode ser abundante em problemas, falta e desafios tão facilmente como você pode ser abundante em finanças, alegria, amor, felicidade e amizades. É por isso que dizemos, todos vocês estão sempre manifestando abundância, no entanto, gostaríamos de explicar mais detalhadamente como você pode conscientemente direcionar a abundância ao que você deseja.

Aqueles de vocês que são atraídos para esta mensagem já estão bem conscientes de que vocês são os criadores de sua realidade. Então, por que ainda experimentam falta, doença, sofrimento e mágoa? A isso respondemos, porque, embora conscientes de que são os criadores de sua realidade, na maioria das vezes os humanos permitem a ausência do que eles querem ser seu foco dominante. Quando você está focado na falta enquanto você anseia por abundância, você só pode atrair a falta. Costumamos dizer que o Universo não responde aos seus pedidos, sonhos ou maiores desejos, da mesma forma que um espelho não lhe mostra como você deseja se parecer. Um espelho só pode refletir o que você é agora e assim é com o Universo; Ele responde a uma única coisa que é o seu foco que, por sua vez, determina a sua vibração.

Ao ajustar sua vibração a qualquer sentimento positivo, como felicidade, alegria, otimismo, excitação, alegria ou amor, o Universo responde com mais sentimentos, circunstâncias e experiências que combinam com a vibração que você está emitindo. Não importa o porquê você tenha esses sentimentos positivos, tudo o que importa é que você os sinta. Use qualquer desculpa que você possa encontrar para se sentir bem.

Costumamos usar a analogia da sua televisão, porque você entende que você não tem a obrigação de permanecer em qualquer canal que você não prefira. Você não duvida da existência de muitos outros canais disponíveis simplesmente pelo fato de não estar assistindo-os. Você sabe que assim que você pegar o controle remoto e sintonizar um novo canal, você vai experimentar um novo programa. E assim é com seus pensamentos. Você nunca é obrigado a ficar atento a um pensamento por mais tempo do que você escolher. Você sabe que você é sempre capaz de escolher novos pensamentos e quando você faz, naturalmente muda o “canal” de sua vibração.

Veja, a sua capacidade de criar abundância nunca foi embora, ela simplesmente foi bloqueada devido ao foco em seu oposto, que é a falta. Nós não estamos negando que sua realidade é desafiadora e que muitas vezes é difícil dirigir sua atenção para longe dos maiores problemas em sua vida, no entanto podemos garantir que você dificilmente será capaz de criar algo novo, a menos que você aprenda a direcionar seu foco deliberadamente sobre o que você quer, fazendo uma decisão consciente de sentir de forma diferente.

À medida que você começa a escolher deliberadamente seu foco e, portanto, sua vibração, independentemente das experiências que estão se manifestando diante de você, é quando você realmente se torna o criador deliberado e consciente de sua realidade. Você veio aqui para manifestar plenamente cada desejo em sua realidade física. Você não veio aqui para lutar, ou ansiar desesperadamente por algo que você não poderia alcançar. Se você quer algo, é seu. Mas seus pensamentos, vibrações e emoções devem estar em sintonia com o que você quer para recebê-lo.

Muitas vezes, somos perguntados “que crenças eu tenho que estão bloqueando a abundância?” Nossa resposta é sempre a mesma. É o foco constante, e a consciência da falta que bloqueia a abundância. Nós lhe diremos isto, não lhe faz nenhum bem escavar por cima de todas as crenças limitantes, mesmo se sua intenção for eliminar isto para fora; Como tudo em seu Universo responde à lei universal da expansão. O que você focar, sempre se expandirá. Então, quando você procura encontrar a solução de um problema, muitas vezes você está frustrado, e só aumenta a crença de problema. Você não pode remover uma crença concentrando-se nela. Você só pode “desligá-la da tomada” removendo seu foco. Ao remover seu foco do problema e concentrar toda a sua atenção sobre o que está indo bem, o que você aprecia, o que você gosta, o que lhe traz paz, você remove o poder que lhe deu o impulso.

Oferecemos-lhe esta analogia simples. Se você fosse entrar em um quarto, com o ventilador de teto ligado e tocasse no interruptor para desligá-lo, o ventilador pararia de girar? Sim, é claro, porque você desligaria a fonte de energia fornecendo o impulso. Mas o ventilador não pararia instantaneamente de girar no instante em que você virou o interruptor; Ele pararia lentamente de girar até que não tivesse mais impulso para continuar. E assim é com seus pensamentos. Só o fato de você parar de se concentrar nas experiências negativas em sua vida não significa que haverá mudança instantânea em sua realidade física. O impulso precisa de algumas “voltas” para parar. Usamos essa analogia para mostrar que, só porque a falta ainda se manifesta por um tempo, mesmo que você tenha mudado seus pensamentos com sucesso para um novo e mais positivo “canal” não significa que ele não funcione, ou que você está fazendo algo errado. Basta um pequeno tempo para que o impulso pare completamente.

Cada um de vocês é um ser criador divino que é sem dúvida merecedor e capaz de criar abundância em todas as formas. Você deve ser abundante em amor, energia, saúde, finanças, amigos, paz e bem-aventurança.

O Universo é infinitamente abundante e procura servir. Permita que seu coração se abra a todas as possibilidades que a abundância possa vir até você. Pode ser um presente, pode ser uma idéia, pode ser alguém desconhecido, pode até vir na forma de um comércio, mas você deve ajustar-se ao “canal” de abundância, a fim de ouvir a mensagem do Universo.

Esperamos ter servido a você de alguma forma.

Em Amor e Luz, 

Nós somos seus Guias Angélicos.

 

Direitos Autorais:

Copyright©2012-2015 por Taryn Crimi. Todos os direitos reservados
Você pode compartilhar e redistribuir este material contanto que seu conteúdo seja copiado integralmente e sem alteração, seja distribuído gratuitamente e esta nota de direitos e o link sejam incluídos: www.Angelic-Guides.com

Tradução: Tradução: Sementes das Estrelas / Valéria Albuquerque
http://www.sementesdasestrelas.com.br/2017/01/guias-angelicos-como-manifestar.html


Read Full Post »

COMEMOREM OS SEUS FRACASSOS –

Mensagem do Arcanjo URIEL – através de Jennifer Hoffman

 Janeiro de 2012.


É possível que o maior motivo para comemorar esteja na forma do que vocês chamariam de fracassos, aquelas coisas que não terminaram conforme vocês esperavam ou se tornaram a realização de uma esperança ou desejo? Como podem estar felizes acerca de algo que provoca tristeza e cujo resultado significa que vocês precisam recriar uma parte da sua jornada, ou encontrar outro caminho para a sua vida, porque o único que vocês tinham, terminou? Isso que vocês chamam de fracasso é realmente uma expressão de cura da sua alma, se vocês compreenderem o seu verdadeiro significado e valor.

O significado de um fracasso pode ser encontrado no alinhamento, porque vocês não podem criar aquilo com o que não estão alinhados. No passado, vocês podem ter sido capazes de criar uma versão disso, mas à medida que aumentarem suas vibrações, vocês vão notar que os seus fracassos vem mais rapidamente e com maior intensidade. Isso é porque vocês estão sendo orientados para seguir o caminho do alinhamento, o que está alinhado com a sua energia, com o desejo da sua alma para o seu bem mais elevado e maior expressão energética. Quando vocês intencionam ser poderosos, algo que não seja uma expressão desse poder é retirado do seu campo de potenciais.

O valor do fracasso é a desconexão das energias que não lhes servem, a partir dos ciclos cármicos e da repetição de comportamentos passados. Tudo o que vocês conhecem provém do seu passado, de outras existências, da sua história cármica e memória celular. As expressões mais elevadas da sua energia representam o caminho do desconhecido e isso vai se revelar com a sua intenção. Quando vocês falham em uma coisa e a liberam com desapego, alegria e perdão, vocês permitem que uma expressão mais elevada da sua energia se apresente e se torne parte da sua realidade.

Todo fracasso é a confirmação de que a sua energia não está mais nesse nível nem dentro dessas possibilidades. Há potenciais e energias mais elevados disponíveis e vocês vão convidá-los para se transformarem em sua realidade quando vocês podem abençoar os seus fracassos e liberá-los, sabendo que esse é o modo como sua alma avisa-o de que vocês não podem mais criar naquele nível. É também um convite para expandir a consciência de si mesmo, dos seus sonhos e desejos, e acolher um potencial superior. Então, comemorem os seus fracassos, sejam gratos por eles, porque estão demonstrando-lhes que tudo está bem, que vocês estão no caminho da transformação e que outra realidade está aguardando-os para que vocês a criem.
..—ooo000ooo—..
Site original: http://www.urielheals.com

Direitos reservados © 2004/2010 para Jennifer Hoffman. Todos os direitos são reservados. Todo o material desta página está protegido pela lei dos direitos internacionais dos Estados Unidos da América e não podem ser parcialmente o integralmente reproduzidos sem a permissão escrita e expressa da autora. Todas as reproduções autorizadas, parciais ou em cópias, por inteiro ou em parte, devem fazer referência ao nome da autora e ao website de Curas Uriel

Tradução: Ivete Brito

Read Full Post »

O PODER DA PALAVRA E AS PALAVRAS SAGRADAS – CUIDADO COM O QUE VOCÊ VIBRA!

 A Vibração das Palavras (Vibração, Frequência e Ressonância)

O Universo vibra, a Fonte cria numa explosão de vibração.

As palavras convertem as vibrações da natureza em som. Durante a nossa evolução, nós aprendemos quais sons são perigosos, quais sons são calmantes e seguros, quais sons são prazerosos e assim por diante. Nós, vagarosamente, aprendemos sobre as várias vibrações das leis da natureza. Nós aprendemos isso pelo instinto e pela experiência. Nós acumulamos estas informações pelos tempos. Começamos por sons simples como “a” ou “u” ou “e”, que foi se envolvendo em sons mais complexos como “Amor”. E estas palavras positivas criaram estruturas cristalinas “naturais” – que são todas baseadas no hexágono.

 Os antigos, sabedores que eram do imenso poder contido na Palavra e, à fim de, por um lado, levar aos profanos a Sabedoria Divina e, por outro, velar as palavras para que não pudessem ser utilizadas de maneira leviana, criaram os símbolos. É fundamental termos claro que a vibração tornada palavra torna o Mundo que conhecemos tal qual ele é. O entendimento da vibração é extremamente necessário para entendermos a manifestação de tudo que somos. Quando verbalizamos qualquer palavra ela tem uma energia e essa energia pode transformar-se em uma energia poderosa, mediana ou fraca. O pensamento (vibração potencial) necessita ser Verbalizado (vibração dinâmica) caso contrário não existe a Manifestação. A verbalização, para que possa ser entendida, necessita de quem A Escute. A Primeira atitude do Criado portanto, é Escutar.

 Palavra e Vibração

A palavra, junto com o poder da vibração, é capaz de criar, curar e também destruir.

 A teoria indica que, quando focalizamos nossa mente em algo, e a isto somamos o sentimento e a emoção, para finalmente expressá-lo, estamos exteriorizando e materializando um poder que estará afetando os reinados da matéria.

 O QUE DIZES A TEU SEMELHANTE, DIZES A TI MESMO    Se cada um de nós estivesse consciente de que a energia liberada em cada palavra afeta não só a quem a dirigimos, mas também a nós mesmos e ao mundo que nos rodeia, começaríamos a cuidar mais o que dizemos.

 Os antigos essênios sabiam da existência de um enorme poder contido na oração, no verbo e na palavra. Os antigos alfabetos, como o sânscrito, o aramaico e a linguagem hebraica são fontes de poder em si mesmas. Os essênios utilizaram a energia que canaliza a linguagem – que era a manifestação final do pensamento, da emoção e do sentimento – para manifestar na realidade a qualidade de vida que desejavam experimentar neste mundo. Nas culturas do antigo Oriente eram utilizados os mantras, as rezas, os cânticos e as orações com intenção predeterminada, como técnicas para materializar estados internos e programar, de uma forma ignorada por nós na atualidade, realidades pensadas, desejadas e afirmadas previamente.

 Os estudos realizados por físicos quânticos começam a redescobrir e validar o enorme conhecimento esquecido de antigas culturas ancestrais. Um conhecimento que se encontra ainda escondido e esquecido e que nos traria o poder de mudar nosso mundo.

 AS PALAVRAS PODEM PROGRAMAR O ADN  A mais recente investigação científica russa indica que o DNA pode ser influenciado e reprogramado por palavras e freqüências, sem seccionar e nem substituir genes individuais. Só 10% de nosso DNA é utilizado para construir proteínas, e este pequeno percentual do total que compõe o DNA é o que estudam os investigadores ocidentais. Os outros 90% é considerado “DNA sucata”. Entretanto, os investigadores russos, convencidos de que a natureza não é tola, reuniram lingüistas e geneticistas – em um estudo sem precedentes -, para explorar esses 90% de “DNA sucata”.

 Os resultados levaram a conclusões impensadas: segundo os estudos, nosso DNA não só é o responsável pela construção de nosso corpo, mas também serve como armazém de informação e para a comunicação a toda escala da biologia. Os lingüistas russos descobriram que o código genético, especialmente no aparentemente inútil 90%, segue as mesmas regras de todas as nossas linguagens humanas. Compararam as regras de sintaxe (a forma em que se colocam juntas as palavras para formar frases e orações), a semântica (o estudo do significado da linguagem) e as regras gramaticais básicas e assim descobriram que os alcalinos de nosso DNA seguem uma gramática regular e têm regras fixas, tal como nossos idiomas.

 Portanto, as linguagens humanas não apareceram coincidentemente, mas são um reflexo de nosso DNA inerente. O biofísico e biólogo molecular russo Pjotr Garjajev e seus colegas também exploraram o comportamento vibratório do DNA. “Os cromossomas vivos funcionam como computadores solitônicos/holográficos usando a radiação laser do DNA endógeno”. Isso significa que alguém pode, simplesmente, usar palavras e orações da linguagem humana para influir sobre o DNA ou reprogramá-lo.

 Os mestres espirituais e religiosos da antiguidade souberam, há milhares de anos, que nosso corpo pode ser programado por meio da linguagem, das palavras e do pensamento. Agora isso foi provado e explicado cientificamente. A surpresa maior foi descobrir a maneira como os 90% do “DNA Sucata” armazena a informação. “Imaginemos uma biblioteca que, em lugar de arquivar milhares de livros, só guarda o alfabeto comum a todos os livros. Então, quando alguém solicita a informação de um determinado livro, o alfabeto reúne todo o conteúdo em suas páginas e coloca a nossa disposição”, esclareceu Garjajev. Isto nos abre as portas a um mistério ainda maior: que a verdadeira “biblioteca” estaria fora de nossos corpos em algum lugar desconhecido do cosmos e que o DNA estaria em comunicação permanente com este reservatório universal de conhecimento.

 A EVIDÊNCIA INESPERADA  O investigador Dan Winter, que desenvolveu um programa de computação para estudar as ondas sinusoidais que emite o coração sob respostas emocionais, em uma fase da investigação com seus colegas, Fred Wolf y Carlos Suárez, analisou as vibrações da linguagem hebraica com um espectrograma. O que descobriram foi que os pictogramas que representam os símbolos do alfabeto hebraico se correspondiam exatamente com a figura que forma a longitude de onda do som de cada palavra.

 Isso significa que a forma de cada letra era a exata figura que formava a referida longitude de onda a ser vocalizada. Também comprovaram que os símbolos que formam o alfabeto são representações geométricas. No caso do alfabeto hebraico, os 22 gráficos utilizados como letras são 22 nomes próprios originalmente usados para designar diferentes estados ou estruturas de uma única energia cósmica sagrada, que é a essência e semelhança de tudo o que é. O livro do Gênesis está escrito nesta linguagem.

 As letras dos antigos alfabetos são formas estruturadas de energia vibracional que projetam forças próprias da estrutura geométrica da criação. Desta maneira, com a linguagem se pode tanto criar como destruir. O ser humano potencializa o poder contido nos alfabetos ao somar-lhe o poder de sua própria intenção. Isso nos converte em responsáveis diretos dos processos criativos ou destrutivos na vida. E somente com a palavra!

 O PODER CURATIVO DA PALAVRA  Existe uma capacidade demonstrada de quanto a palavra pode afetar a programação do DNA. A saúde poderia conservar-se indefinidamente se nos orientamos em pensamentos, sentimentos, emoções e palavras criativas e, sobretudo, bem intencionadas.

 Os estudos do Instituto Heart Math nos abrem um novo panorama para a cura, não só dos humanos enfermos, mas também para a cura planetária. O instituto crê na existência do que eles chamam “hiper-comunicação”, uma espécie de rede de Internet sob a qual todos os organismos vivos estariam conectados e comunicados permitindo a existência da chamada “consciência coletiva”.

 O Hearth Math declara que se todos os seres humanos fossem conscientes da existência desta matriz de comunicação entre os seres vivos, e trabalhassem na unificação de pensamentos com objetivos mancomunados, seríamos capazes de logros impensados, como a reversão repentina de processos climáticos adversos.

 O poder das rezas, orações e pedidos, tal como nos legaram os antigos essênios – potencializado por milhares de pessoas -, nos outorgaria um poder que superaria ao de qualquer potência militar que quisesse nos impor sua vontade pela força.

 Este poder foi demonstrado em espécies animais como os golfinhos, que trabalham unificados em objetivos comuns. Os golfinhos utilizam padrões geométricos de hiper-comunicação, ultra-som e ressonâncias que lhes servem para interagir com as redes energéticas do planeta. Estes animais possuem a capacidade de produzir estruturas sônicas geométricas e harmônicas sob a água. Poderíamos afirmar que os golfinhos ajudam mais a manter o equilíbrio planetário do que os humanos.

 Se O CRIADOR nos outorgou o poder, significa que quer que nós, uma vez alcançado um nível de consciência determinado, ajudemos com respeito à vida, sendo co-criadores de sua obra.

Brad Hunter –  Publicado na Revista ‘EL PLANETA URBANO’

El poder de la palabra

http://www.epu21.com/planetax/planetax113.htm  http://construindoumanovaconsciencia.blogspot.com/

Extraído de: http://sollk.multiply.com/journal/item/651

Read Full Post »

Arcanjo Anael fala sobre Ascensão – do site AutresDimensions

 

Eu sou ANAEL Arcanjo.

Bem amados Filhos da Luz e bem amadas Sementes de Estrelas, que a Comunhão, a Graça, o Amor, a Verdade e a Unidade estejam em vocês e em nós.

Eu não tenho comunicação específica a estabelecer, em nome do Conclave, hoje.

Eu tenho, entretanto, enquanto primeiro interveniente, que especificar diferentes objetivos referentes a diferentes Consciências que irão intervir depois de mim.

 No que concerne ao Melquizedeque do Ar, SRI AUROBINDO, ele virá entregar-lhes elementos importantes referentes à evolução da personalidade em meio ao Supramental, tal como se revela, hoje, e tal como deve conduzir esta personalidade (que é sua, aqui, encarnado) a se modificar.

Não através da aplicação de regras, mas, sobretudo, através da observação das modificações da personalidade sob a ação do Supramental.

No que se refere à intervenção das Estrelas, NO EYES irá especificar para vocês o que é a Visão do Coração e como transformar a visão dos planos intermediários (denominados astrais) a fim de permitir penetrar mais adiante no Estado de Ser, na Visão do Coração, e no que concerne, justamente, ao acesso à Unidade.

MARIA, em seguida, virá pedir-lhes para se prepararem para o encontro Vibratório mais importante, com relação ao conjunto das Consciências implicadas, na Terra como no Céu, na transformação da humanidade, que está em via de finalização.

E como Arcanjo, eu venho, hoje, enquanto Ser e Consciência que vem responder às suas perguntas e interrogações, referentes, não aos seus caminhos pessoais, mas, bem mais, ao caminho da humanidade atual.

E assim, então, instaurar, com vocês, além do meu papel de Arcanjo do relacionamento, um espaço de Comunhão, de Coração a Coração, através das respostas que eu trarei às suas perguntas.

Dessa maneira, eu estou, então, à sua disposição, pela Vibração, pelas palavras e pela minha própria Presença, para tentar avançar, com vocês, no que nos aproxima, agora, cada vez mais.

Bem amadas Sementes de Estrelas, eu os escuto.

***

Pergunta: no processo que chega, nós iremos, realmente, perder o corpo físico?

 Bem amado, o que você denomina perder?

Através, mesmo, do intitulado da sua pergunta, você considera que deixar esse corpo é uma perda.

Não há qualquer perda.

A Consciência é Una, qualquer que seja a presença ou o desaparecimento desse corpo.

A Unidade é um estado que transcende a apropriação de um corpo, a identificação a um corpo (qualquer que seja, que isso seja este, ou ainda a apropriação em um único corpo, pertencente a uma vida passada) porque vocês são bem além, em Consciência, além desse corpo.

Enquanto vocês considerarem que há algo a perder, vocês não irão encontrar a Unidade.

Isso não faz ignorar o corpo, nem rejeitá-lo, mas, bem mais, transformá-lo, a fim de que este se torne, por síntese, o corpo de Estado de Ser.

O desdobramento da Luz, como a ativação das diversas Portas, presentes nesse corpo, são, justamente, os meios que lhes foram oferecidos para sintetizar de novo, de algum modo, mesmo se a palavra não é adaptada, o corpo de Estado de Ser (ndr: ver a coluna “protocolos a praticar”) (*).

Deste modo, a Consciência vivendo a Unidade não tem o que fazer desse corpo, porque esse corpo é um Templo no qual se realiza a ‘alquimia’, mas ele é apenas um despojo quando o corpo e a Consciência tornarem-se unificados.

Assim, então, não há paradoxo, há simplesmente que verificar, por vocês mesmos, que o trabalho apenas pode realizar-se, para vocês que estão encarnados, nesse corpo, que é um Templo e um receptáculo.

Mas, a um dado momento (ilustrando, assim, o que lhes disse o Comandante) (ndr: O.M. AÏVANHOV), tornar-se uma borboleta necessita a abertura da lagarta, a rachadura do envelope do Coração e a passagem em meio à Nova Consciência.

Enquanto existe um apego, enquanto existe um medo, com relação a esse corpo, este não pode se transformar.

Não há, então, perda do corpo, no sentido em que vocês podem entendê-lo, com a visão limitada da personalidade.

Há Transfiguração e Ressurreição.

Isso não é, realmente, a mesma coisa.

***

Pergunta: a Ascensão, concretamente, é uma saída consciente do corpo?

 Bem amada, há tantas Ascensões quanto seres humanos.

O mecanismo individual da Ascensão faz de vocês um ser profundamente diferente, cuja Consciência não está mais limitada e cujo corpo não está mais limitado.

O que corresponde a uma transformação total, porque, eu os lembro, vocês estão nesse corpo, prisioneiros, limitados, pelo nascimento e pela morte.

Nos mundos Unificados, não existe morte.

Esse corpo, por Essência, é o Templo, mas há a particularidade, também, de ser perecível, e isso vocês sabem, mesmo se o ego e a personalidade recusam encarar o fato de que esse corpo é perecível, de uma maneira ou de outra.

Isso participa das leis do confinamento e das leis do isolamento deste mundo.

Reencontrar a Unidade apenas pode ocorrer quando há uma desidentificação total em relação a esse corpo.

Vários místicos, em todas as tradições, exprimiram-lhes isso, certamente muito melhor do que eu, através de suas experiências, que eles vivenciaram em diferentes épocas da história da humanidade.

Agora, o que é o real e o que é o concreto?

Enquanto você considera que o real e o concreto referem-se a esta Dimensão, não pode ali haver acesso à Unidade.

Crer que o mundo melhor corresponde, simplesmente, neste mundo, a mudança de regras, substituir alguns seres por outros seres, apoiando o destino da humanidade, é estritamente contrário ao princípio da Unidade.

Não pode ali haver Unidade enquanto há a aplicação de certos princípios existentes neste mundo, e resultantes do princípio de falsificação.

Enquanto existe uma estrutura, um ser, evoluindo pelo poder sobre esta consciência, não há Unidade.

Obviamente, a personalidade vai debater sem fim nesta noção de medo, nesta noção dever soltar alguma coisa ou abandonar alguma coisa.

Há diferentes modos de apreender o mecanismo, mas há apenas um modo de compreendê-lo, que é vivê-lo.

Dessa maneira, enquanto existe uma projeção através dos diferentes mecanismos de Ascensão que lhes foram detalhados desde pouco tempo, vocês não vivem a Ascensão, mas vocês vivem a projeção do seu próprio mental através das interrogações ligadas aos medos subjacentes, quaisquer que sejam esses medos.

O princípio da Unidade é a transcendência do conjunto dos medos, a liberação de todos os apegos, e a transformação de tudo o que está ligado ao confinamento.

Quando a Consciência vive a Unidade, na realidade e na Verdade, não no plano concreto da realidade deste mundo, mas no plano real, além da ilusão deste mundo, não pode se colocar qualquer questão quanto ao futuro desse corpo, porque, naquele momento, a Consciência compreende e vive que ela não é esse corpo.

*

 Enquanto há um medo e uma ressonância, presentes na estrutura física ou na estrutura emocional ou mental, não pode ali haver acesso completo à Unidade.

Nenhuma lógica, e isso lhes foi explicado ontem, pode explicar, racionalmente, o que acontece, no momento da Ascensão.

Apenas a Vibração, e certo número de marcadores correspondentes ao acesso à Unidade (que lhes serão explicados por SRI AUROBINDO) (ndr: intervenção nesse mesmo dia) (**), correspondem à realidade da vivência.

A Ascensão não é um mecanismo mental.

A Unidade não é a adesão a um dogma, não é uma crença.

Enquanto vocês estão na crença, há projeção e não há Unidade.

A única maneira de viver o mecanismo é parar seu tempo pessoal, bem além da simples meditação, alinhar-se na Vibração, viver a Comunhão e a Graça.

Naquele momento, vocês irão viver a Verdade.

Enquanto vocês estão confinados por seus medos, ou pelas projeções, quaisquer que sejam, não pode ali haver Liberação.

O conjunto dos mecanismos Vibratórios que se verte sobre esta Terra, através da Luz dita Unitária ou Vibral, desde 1984, permitiu desenvolver e elaborar certo número de processos, visando amortecer o que SRI AUROBINDO chamou de ‘choque da humanidade’, há apenas um ano, permitindo-lhes viver, desde o instante em que vocês se abandonam à Luz, desde o instante em que vocês renunciam a toda ação da personalidade, o efeito transformador da Luz.

Mas enquanto vocês insistirem em querer aprisionar a Luz, vocês não podem ser Transparentes e vocês não podem viver a Luz, na totalidade.

As experiências de Alinhamento que vocês vivem (que isso seja às 19 horas [hora francesa] ou no momento que vocês o decidem), as experiências de Vibrações, de Comunhão e de Graça, que vocês podem apreender em não importa qual momento, são o reflexo direto e real, a saber, da Inteligência da Luz.

*

 Agora, retenham, também, que lhes será feito muito exatamente segundo sua própria Vibração.

Se existe um medo de perder o que quer que seja, então, vocês serão, não confrontados a este medo, em última análise, mas no momento coletivo da humanidade, vocês serão simplesmente conduzidos aí onde vocês levam sua Vibração.

Nenhum artifício mental, nenhuma imaginação, nenhum medo poderá, de modo algum, alterar o que vocês são.

Mas o que vocês são é função, não de suas crenças, mas da expansão, mais ou menos intensa, da sua Consciência.

Vocês estão na consciência limitada, fragmentada, ou vocês penetram os espaços da Consciência Unificada, aí onde tudo é Alegria, aí onde tudo é Luz, aí onde não existe qualquer medo, nem qualquer projeção em um futuro qualquer?

Eu especifico que, durante este período, a intensidade dos seus questionamentos, Interiores e exteriores, apenas corresponde, de fato, olhar-se, face a face, permitindo-lhes, se tal é o desejo da sua Consciência, mesmo fragmentada, passar a Porta Estreita ou não.

Não haverá qualquer julgamento, nem de vocês mesmos, nem de qualquer autoridade exterior.

O princípio da Luz é respeitar a Graça e a Liberdade.

Cabe a vocês decidir, não mentalmente, mas pela Vibração, se vocês desejam colocar-se segundo o princípio da Ação de Graça, ou segundo o princípio da Ação / Reação.

Lembrem-se do que lhes dizia CRISTO: “aqueles que desejarem salvar sua vida, irão perdê-la”.

Os Quatro Pilares do Coração são os próprios fundamentos da aceitação e da vivência da Unidade.

Não há outro elemento que possa intervir.

***

Pergunta: os corpos estando conectados à Terra, eles irão ascensionar ao mesmo tempo que a Terra?

 Bem amado, eu apenas posso responder o que eu já respondi.

Existem tantas Ascensões quanto seres humanos.

Desde uma semana, uma das Estrelas lhes comunicou os diferentes modos possíveis da Ascensão.

Cada ser humano, que ele queira ou não, será respeitado em sua liberdade Vibratória.

Agora, alguns irão ascensionar com esse corpo, outro sem esse corpo.

É a Consciência (liberada desse corpo, enquanto estando nesse corpo) que irá decidir, não é o mental, nem as projeções, nem os desejos.

Assim, vocês não se preocupem com os mecanismos da sua própria Ascensão, mas vivam, desde agora, o que lhes é oferecido, através da Merkabah Interdimensional coletiva, como da Merkabah Interdimensional da Terra.

Dando-lhes a viver, em seus espaços Interiores (de Alinhamento, de Vibrações, de meditações), estados Vibratórios particulares, conduzindo-os à Unidade.

Se tanto é que vocês se Abandonam, nesses momentos, à Luz, que vocês não buscam assumir o controle da Luz, nem deixam atuar a personalidade, nesses momentos de Alinhamento.

Porque não existe melhor preparação do que esses momentos.

Não existe melhor preparação Vibratória do que os momentos de Comunhão ou de Graça, tal como lhes foram comunicados, para realizar, em vocês, entre vocês, entre as Dimensões, entre os seres e as Consciências povoando as outras Dimensões.

A instauração e a instalação do Canal Mariano são, muito exatamente, o que lhes permitem encontrar o fio condutor da Vibração, ligando-os à Unidade.

O desdobramento das Portas Vibrais, ao nível desse corpo, são os pontos de ancoragem da Luz.

Bem além do Canal do Éter, bem além das Coroas Radiantes, da Lareira do Sacro, permitindo à Luz penetrar e fusionar, diretamente, o conjunto das suas células desse corpo, mas, também, sua Consciência.

***

Pergunta: se algumas lagartas se transformam em borboletas, aquelas que não se tornarem borboletas iriam continuar a viver nesta Dimensão?

 Nesta Dimensão não quer dizer neste mundo, já que este mundo onde vocês estão ascensiona, definitivamente.

A Terra, chamada de 3ª Dimensão, não existirá mais.

Será necessário, então, para essas Consciências que fizeram a escolha de permanecer nesse corpo de carbono, experimentar a Liberação, face a face, e a Vibração com a Luz Unitária, a fim de se reconectar à Luz.

Cada Consciência (e não cada personalidade) é totalmente livre para estabelecer-se na Dimensão que é a sua, ou em sua origem estelar, ou em sua origem Dimensional.

Mas pode também decidir, com toda Liberdade, continuar a experiência, não da separação, mas do que foi denominada, então, 3ª Dimensão, mas Unificada.

Naquele momento, a Consciência será limitada, mas não estará mais confinada.

Ela será tributária de um corpo, e irá decidir, no momento que lhe for próprio, libertar-se desta noção de densidade, chamada de 3ª Dimensão.

A Multidimensionalidade exprime-se a partir do momento em que a Consciência não é mais tributária, nem de um corpo, nem de um tempo, nem de um espaço.

Mas isso, seu mental, seu cérebro, não pode compreender, porque ele tem o hábito de funcionar em meio a uma localização, em um corpo e em um espaço determinados.

Como isso foi dito: vocês estão geolocalizados no tempo e no espaço.

Nos Universos Unificados e nos estados Multidimensionais do ser, não existe qualquer localização, tal como vocês podem concebê-la e vivê-la neste mundo.

Da mesma forma que vocês podem decidir ir a tal lugar, para viver tal coisa, sobre este mundo, aí onde vocês estão atualmente: vocês decidem o local aonde vocês vão no que vocês chamam de férias, vocês decidem (se as condições da Ação / Reação lhes permitem) estabelecer-se em tal lugar.

Tudo isso será profundamente diferente, a partir do momento em que o lugar onde vocês irão querer se estabelecer não existir mais, muito simplesmente.

Então, o que será de vocês?

A irrupção do Supramental, a densificação do Supramental, neste mundo (que vocês vivem, de maneira individual, e cujas etapas anteriores foram, como lhes disse o Arcanjo MIGUEL, a Desconstrução e, depois, a transformação final que vocês estão prestes a viver), faz com que chegará um momento em que tudo irá desaparecer.

Tudo o que é ilusão desaparecerá, completamente.

Se vocês quiserem manter certa forma de geolocalização, através de uma estrutura de carbono denominada Unificada, será preciso, efetivamente, naquele momento (seja com esse corpo ou sem esse corpo), estabelecer-se no que é chamado de 3ª Dimensão Unificada.

Isso não poderá acontecer em um lugar, Vibratoriamente, que não existirá mais.

***

Pergunta: o que aconteceu no dia 10 de novembro, entre MIGUEL e URIEL?

 Bem amada, a nova Tri-Unidade, durante essa passagem, foi constituída pela Vibração e pela Consciência de MIGUEL, de CRISTO, ou, então, de CRISTO / MIGUEL e de MARIA.

Isso foi denominado Nova Eucaristia ou Nova Aliança, permitindo realizar a Tri-Unidade, então, sua própria Unidade de Consciência, em meio à nova Dimensão.

 O que aparece é o papel da Transparência, ligado, como vocês sabem, ao Anjo METATRON, que lhes entregou as Chaves Metatrônicas da Liberação e da Liberdade.

No que concerne a URIEL, Anjo da Presença e da Reversão, ele permite a Última Passagem e o Último Salto que possibilita a Reversão e a Passagem, da personalidade egotista, ao Coração.

Não em um conceito, não em uma ideia, não em uma emoção, mas na Verdade do que é para viver.

A passagem da Tocha é, então, uma passagem Vibratória, permitindo alinhar-se na nova gama de frequências, a título individual, e preparando, assim, deste modo, a passagem para o coletivo.

Pelo seu trabalho (como isso foi dito, em várias ocasiões) de ancoragem e de semeação da Luz, vocês realizam o assentamento da Nova Jerusalém, nesta Terra, permitindo à Consciência passar (sem desgastes, sem medo, e em total Liberdade) em meio aos Mundos Unificados.

Eu os lembro, para ilustrar isso, de que o conjunto dos seres humanos que vivenciaram uma experiência às portas da morte, ou que vivenciaram um acesso ao Estado de Ser, disse-lhes, muito exatamente, para a maioria deles, a mesma coisa: o inferno é aqui.

Em outros lugares há a Liberdade.

Em outros lugares há o Amor.

O amor tal como vocês o vivem, sobre este mundo, não é o Amor.

Ele é apenas o confinamento, em um relacionamento, em um afeto, em uma necessidade de ‘vontade de bem’, mas ele não é a Liberdade e, ainda menos, a Liberação.

O Amor é uma Vibração, traduzindo-se pelo que nós chamamos de Fogo do Coração, que é o Fogo do Espírito e que torna Livre e que os liberta de todo confinamento.

*

 Agora, a Luz jamais irá obrigá-los a juntar-se à Luz.

Mas vocês não podem pretender ser a Luz e manter qualquer ilusão.

Isso era ainda possível no período das Núpcias Celestes e até ainda a pouco tempo.

Quanto mais os dias transcorrerem, mais sua Consciência individual vai dar-se conta, através de suas próprias experiências, de que se aproxima um momento chamado de dissolução ou de estase [catalepsia].

Há momentos em que vocês penetram as esferas do Estado de Ser, pela Vibração e pela Consciência.

Naquele momento, vocês não estão mais neste mundo.

Isso é uma ilusão?

Isso é uma Verdade?

Tudo depende do seu ‘ponto de vista’.

E são vocês que irão decidir, em sua alma e consciência, podemos dizer, estabelecer-se em tal gama de frequências, ou em tal outra gama de frequências.

Ninguém virá ajudá-los a passar a Porta.

Ninguém pode substituir o que vocês são, para viver a Unidade.

A Última Passagem, que está em curso de realização, corresponde à passagem da Porta Estreita, mas antes de passar esta Porta Estreita, é preciso Liberar-se, por completo, Interiormente e em consciência, de tudo o que é obstáculo para a leveza, de tudo o que é obstáculo para a Unidade.

Mais uma vez, a Unidade não é um conceito, ela é um estado de Consciência, mas este estado de Consciência irá se tornar cada vez mais incompatível com a consciência fragmentada da personalidade.

 É isso que vários de vocês farão a experiência.

Agora, se vocês não fizerem a experiência, e bem, não se coloquem questões, contentem-se em prosseguir em sua vida e em viver o que vocês têm a viver.

O momento final, coletivo, da humanidade irá permitir-lhes reencontrar a Luz e se estabelecer, naquele momento, na Vibração na qual vocês estão.

Não há, então, qualquer medo a manifestar.

Há, apenas, uma preparação a realizar e esta preparação é Vibratória.

Ela não se refere mais, agora, às circunstâncias de vida (o fato de afastá-los de tal ou tal região, de juntá-los com tal ou tal pessoa) porque a Inteligência da Luz está, na totalidade, trabalhando, que vocês o aceitem ou não.

Isto os coloca frente ao seu próprio Ser, em seu futuro, em seu Ser profundo, e na realidade da sua Consciência, ou seja, segundo seu próprio ponto de vista.

***

Pergunta: uma escolha feita em consciência pode ser contrariada por uma escolha da alma?

 Bem amado, você poderia especificar o que você chama de escolha feita em consciência?

Onde se situa a Consciência?

Na personalidade ou no Estado de Ser?

Existe uma consciência da personalidade.

Existe uma consciência da alma.

E existe uma consciência do Espírito ou do Estado de Ser.

São três gama Vibratórias completamente diferentes e contraditórias.

Assim, quando você diz: “fazer uma escolha em consciência”, de qual consciência você fala?

Todo ser humano, sobre o planeta, desde que existe uma abordagem espiritual, é claro, quer a Luz.

Mas será que querer a Luz é Ser a Luz?

Ser a Luz é Abandonar, justamente, toda vontade.

É apagar-se, tornar-se o menor, tornar-se o mais humilde e o mais simples.

A característica, essencial e principal, da personalidade é recusar a simplicidade, é recusar a evidência e recusar a Luz, porque a Luz implica, para ela, o medo da dissolução, o medo do desaparecimento desse corpo, o medo de todas as projeções da consciência, com relação ao que vocês chamam, por exemplo, de casal, de filhos.

E, no entanto, quando vocês deixam esse corpo, pela Porta da morte, o que resta dos seus apegos, senão suas crenças, já que o apego real não pode mais existir, tal como existe neste mundo?

Então, qual é a escolha, em consciência, que foi relatada?

As escolhas da alma pertencem à Matriz.

A alma é uma criação da Matriz.

Isso foi explicado, muito longamente, pelo IRMÃO K, com relação à alma voltada, justamente, para a encarnação, para a matéria, e não para o Espírito.

Quando o Espírito se revela e é vivido, o corpo e a alma não existem, tão simplesmente, mais.

Crer que a alma vai conduzi-los, sobre este mundo, para alguma Liberação, é uma ilusão que foi chamada, pelo IRMÃO K, de Luciferiana (ndr: intervenção do IRMÃO K de 7 de julho de 2011) (***), nada tendo a ver, é claro, com Lúcifer, redimido desde muito tempo.

Mas isso corresponde ao eixo, alterado e falsificado, da Luz, denominado ATRAÇÃO / VISÃO.

O alojamento da alma, relacionado com a Porta AL (chakra de enraizamento da alma) está em contato direto com o que é chamado de Porta VISÃO, situada ao nível do fígado (ndr: ver a coluna “protocolos a praticar”) (*).

Enquanto existe uma projeção da Consciência, no exterior, neste mundo, enquanto vocês creem ser tributários de um karma, de um passado, qualquer que seja, fosse ontem ou em uma vida passada, vocês não são Livres.

E vocês não encontrarão a Liberdade por esse viés.

Isso resulta, diretamente, de um conjunto de mecanismos associados às leis da Matriz, às leis da alma, que não são as leis do Espírito.

As leis deste mundo não são as leis dos Universos Livres.

Toda sutileza das forças de confinamento foi fazê-los crer, e fazê-los aderir, a esses diferentes princípios.

O princípio de reencarnação, que vários seres na busca espiritual aceitaram como uma evidência (ou porque era uma crença muito útil para explicar suas problemáticas, ou porque eles tinham acesso, realmente, à memória de suas vidas passadas), é apenas um confinamento.

Não pode existir qualquer Liberação enquanto o Espírito não é revelado.

A alma tem um belo jogo, de alguma forma, para fazê-los crer que vocês são tributários de contratos, que vocês são tributários de afeição, que vocês são tributários dos erros que vocês cometeram no passado.

Quando vocês tocam o Espírito, e quando vocês vivem o Espírito, tudo isso desaparece, porque isso é apenas a cortina de fumaça colocada diante da tela da Consciência.

Mas se sua crença, e se sua vivência, estão ligadas a esses contratos de alma, a esses impulsos da alma voltados para a matéria, então, vivam-nos.

***

Pergunta: todas as manifestações sobre a nova Terra serão necessariamente ilimitadas?

 Sim.

Na medida em que, uma vez que são transpostas as Portas da 3ª Dimensão dissociada (que é, eu os lembro ainda, sua Dimensão de experiência, qualquer que seja seu acesso ao Estado de Ser), não existe mais qualquer confinamento possível, nem em um corpo, nem em uma forma, nem em um tempo, nem em um espaço, nem em uma Dimensão, nem em meio ao sistema solar.

A Consciência vive a Liberdade total.

O Espírito é imaterial porque não está presente nesta Dimensão.

É o próprio princípio do confinamento.

Quando vocês vivem o Espírito, vocês são o conjunto da criação e o conjunto das criaturas, quaisquer que sejam.

É a consciência fragmentada da personalidade confinada e da própria alma, que faz crer que existem leis, regras, hierarquias ou o que quer que seja, privando-os da Liberdade.

O Espírito é Livre, por toda Eternidade.

Ele não tem nem início, nem fim.

Ele não tem necessidade de qualquer evolução já que ele é perfeito, por toda Eternidade.

Somente a alma e a personalidade creem, neste mundo, que existe necessidade de evoluir, necessidade de se aperfeiçoar.

O Espírito não pode crer nessas coisas porque ele é a Verdade da Consciência que é perfeita, por toda Eternidade.

Então, como vocês podem conceber, ou mesmo crer, que vocês têm necessidade de evoluir ou de buscar o que quer que seja, já que a Unidade está presente, de toda Eternidade?

Simplesmente, é o acesso à sua Unidade que foi restrito por certo número de princípios de confinamento, tendo-os, cada vez mais, confinados em meio à personalidade.

Não há razão alguma para manter qualquer personalidade, qualquer alma, nos mundos da Verdade, porque vocês absolutamente não estão mais limitados pelo que quer que seja.

Não existe mais barreira, não existe mais partição, não existe mais fragmentação.

Essa é sua Essência.

Essa é sua natureza.

Essa é sua Verdade.

***

Pergunta: a Terra já vivenciou vários desaparecimentos em massa, Ascensões…

 Não foram Ascensões.

Foram processos de extinção maciça de toda vida que reproduzia a Matriz.

O que acontece, atualmente, não tem nada a ver.

A Atlântida não vivenciou a Ascensão.

A Atlântida vivenciou sua destruição e o confinamento de novo na Matriz.

A prova: vocês ainda estão aí e vocês foram aqueles que estavam na Atlântida.

O processo atual não é uma extinção, nem a reprodução de um quadro matricial confinante.

É a Liberdade e a Liberação.

Mas, é claro, aquele que está confinado na personalidade, e que deseja ali permanecer, irá chamar isso de destruição e de morte.

Mas isso é apenas o ponto de vista dele.

***

Pergunta: poderia falar do estado que consiste em se tornar observador de si mesmo?

 Bem amada, tornar-se observador de si mesmo não é se colocar como um observador, simplesmente, que iria observar deslocar-se e atuar na vida.

É um mecanismo da Consciência que é muito mais sutil.

É o momento em que vocês tomam consciência, real e concretamente, de que vocês não são nem esse corpo, nem seus apegos, nem seus filhos, nem seus pais, nem este papel, nem esta profissão, de que vocês são muito mais do que isso.

Naquele momento, e somente naquele momento, vocês se tornam os verdadeiros observadores, porque vocês não estão mais submissos a esta consciência fragmentada.

Vocês não estão mais sob o controle de seu próprio mental, de suas próprias emoções, de suas próprias mágoas e de suas próprias crenças, porque vocês não são mais nada disso.

Vocês vivem, naquele momento, real e concretamente, a Unidade.

Isso não é, portanto, um exercício para praticar, no sentido em que vocês poderiam entender, mas, sim, uma Reversão da consciência que os faz tomar consciência da ilusão deste mundo.

Por mais que vocês digam que este mundo é ilusão, e que o repitam durante 50.000 anos, ele não irá se mover um iota.

Ele estará sempre aí.

É a consciência que deve se transformar.

E a consciência se transforma, para um número cada vez mais considerável de seres humanos, através do que nós lhes demos, revelamos, e chamamos sua atenção e sua consciência sobre o que acontecia nesse corpo.

Porque esse corpo, como eu disse, é o Templo no qual se realiza a ‘alquimia’.

Que isso seja através das Coroas Radiantes da cabeça, do Coração, através do despertar do Canal do Éter ou do Canal da Kundalini, que isso seja através da Vibração das células do corpo, em última análise, o conjunto dessas manifestações (bem reais e concretas para aqueles que o vivem, mas que são uma ilusão para aqueles que não o vivem) vai levá-los a viver a ‘revolução da Consciência’, que é apenas uma reversão de toda projeção exterior (através dos apegos, dos medos, das crenças) para viver a Unidade.

Eis o que nós podemos dizer.

Mas, enquanto vocês não o vivem, todas as palavras que poderiam ser aplicadas não têm qualquer sentido.

Elas apenas têm sentido para aquele que o vive ou que se aproxima.

Não existe qualquer mecanismo de pensamento, qualquer mecanismo de conhecimento exterior que seja suscetível a fazê-los mover um iota para viver a Unidade.

Enquanto vocês creem nisso, vocês estão submissos às leis da alma, às leis da Matriz e às leis do confinamento.

Nenhuma lei do confinamento, mesmo compreendida e integrada, permite-lhes superar o confinamento.

O objetivo da Luz Vibral (através da Radiação do Ultravioleta, através da Irradiação do Espírito Santo, através da Irradiação d’A FONTE) tinha uma única intenção desde 1984, desde as Núpcias Celestes: fazê-los tomar consciência da ilusão deste mundo.

Não através dos mecanismos de pensamento, não através do fato de querer trabalhar sobre tal emoção ou tal atitude mental ou tal sofrimento, mas de se Abandonarem à Luz, como eu disse durante as Núpcias Celestes.

Permitindo-lhes, então, viver a transformação induzida pelo seu próprio Abandono, sua própria Humildade, sua própria Simplicidade, sua própria Transparência.

Os Pilares do Coração (que estão ativos, para alguns de vocês) são a prova absoluta de que o que vocês vivem não é uma ilusão, já que vocês o vivem.

E, naturalmente, aquele que não vive qualquer dos Pilares, aquele que não vive qualquer das Coroas, apenas poderá refutar e rejeitar isso.

E ele terá razão, porque ele nada vive de tudo isso.

Deste modo, então, a Unidade não é uma dogma, a Unidade não é uma crença, mas é um estado de fato, Vibratório, que os leva a viver a Unidade, por completo.

***

Pergunta: esse pesadelo que vivemos, a encarnação, nós o desejamos, individual ou coletivamente? Ou nós fomos traídos?

 Bem amado, empregar essa palavra ‘traição’ remete a dados históricos extremamente antigos.

Isso já foi desenvolvido e remonta a mais de 320.000 anos, e à chegada de algumas Forças, denominadas Arcônticas, neste mundo, tendo limitado a Liberdade de consciência.

Vocês não caíram porque, como o que é perfeito, por toda Eternidade, poderia cair em algum lugar?

A experiência da encarnação (em todo caso, para aqueles que estão presentes sobre esta Terra, desde tempos antigos), é apenas um confinamento no qual vocês não estão estritamente por nada.

A particularidade da consciência é que, quando ela está limitada em sua possibilidade Multidimensional, pouco a pouco, ocorre um mecanismo que eu prefiro chamar de esquecimento, e não de queda (porque a queda é uma culpa que lhes é atribuída, ao passo que vocês estritamente nada têm a ver com sua queda).

A problemática é a seguinte: a Luz Vibral, para muitos de vocês, sobre esta Terra, pode ser chamada de fogo do inferno, porque os condicionamentos fizeram-nos chamar a Luz de fogo destruidor.

Não é nada disso.

Tudo depende do ponto de vista.

Aquele que está confinado na encarnação e nas leis da alma, não pode conhecer o Espírito.

E, então, a irrupção do Espírito, ou da Luz Vibral, que ele não procurou, que se manifesta em sua consciência, é chamada de destruição, o fogo do inferno.

Mas, para aquele que vive a Unidade, isso se chama Liberação.

É exatamente o mesmo mecanismo que está em operação, mas tudo depende do grau de confinamento da consciência.

O esquecimento é um mecanismo terrível.

A memória é um mecanismo terrível.

E todos vocês o sabem, em relação aos seus sofrimentos passados que interferem em seu presente.

Aquele que está na Unidade não tem qualquer sofrimento.

Ele pode ter a lembrança, mas ele não é mais afetado, porque isso foi transcendido, não por uma vontade pessoal, mas porque ele, realmente, tomou consciência de que ele não é nem seu sofrimento, nem sua alegria, nem sua dor, nem seu prazer.

De que ele está neste mundo, como dizia o CRISTO, mas de que ele não é deste mundo.

Então, é claro, muitos seres humanos irão lhes dizer que a vida é magnífica neste mundo.

É a escolha deles.

E é, de qualquer forma, sua Liberdade.

O que nós podemos fazer já que cada um apenas pode sair do confinamento por si mesmo?

Após os mecanismos de destruição, a Matriz reformava-se instantaneamente através das leis gravitacionais induzidas por essas Forças Arcônticas.

Hoje, o processo é diferente, porque as Forças Arcônticas não podem mais agir.

Elas foram neutralizadas, no Amor e na Luz Vibral.

Assim, portanto, o que chega, hoje, é a Liberação.

Mas algumas consciências, vivendo em meio à alma ou à personalidade, não podem aceitar tal eventualidade.

O que nós podemos ali fazer?

A Terra experimentou inúmeras transformações geológicas, das quais ela carrega as cicatrizes e as marcas.

A personalidade, tão efêmera como é, vive como eterna.

É o próprio princípio da personalidade e o próprio princípio do confinamento.

Eis porque o ‘choque da humanidade’ e suas diferentes etapas, que lhes foram dadas há um ano, neste próprio espaço (ndr: intervenção de SRI AUROBINDO de 17 de outubro de 2010) (****), correspondem, na totalidade, ao que deve viver cada ser humano.

Existem mortes violentas, sobre este mundo, que não implicam em qualquer necessidade, nem em qualquer utilidade de preparação.

Existem mortes lentas que necessitam, para essas almas, uma preparação, e que sempre passa pelos mesmos estratos de negação, de negociação e, enfim, de aceitação.

Mas o que chega, hoje, não é a morte.

O que chega é a Liberdade e a Alegria.

Porém, o que ali nós podemos se uma Consciência está confinada em meio à alma, em meio à personalidade, e não Vibra na frequência da Liberdade?

Nós, estritamente, ali, nada podemos.

Mas, é preciso muito, que um dia, a experiência do confinamento, desejada por outra coisa que sua própria consciência, termine, de uma maneira ou de outra.

Vocês não podem aderir ao fato de ser Sementes de Estrelas, de ser Espíritos Livres e aceitar permanecer confinados, em um corpo, em um esquema de vida ou em uma Dimensão.

Mas, isso, vocês não podem aceitar enquanto vocês não vivem o Estado de Ser.

As experiências de morte iminente que fizeram alguns seres sair, simplesmente, desse corpo e ver a Luz ao longe (para a maioria, sem penetrar na Luz), bastaram para mudar a vida.

Vocês imaginam bem, então, que o momento coletivo da humanidade (correspondente à rachadura do Céu e ao momento em que a Verdade irá aparecer-lhes) irá libertá-los, de um modo ou de outro, enquanto respeitando sua Liberdade.

***

Pergunta: poderia nos falar da noite escura da alma e se todos os seres a vivenciam?

 Bem amada, ‘a noite escura da alma’ foi objeto de inúmeras comunicações.

É-me difícil retornar a isso.

Por outro lado, eu posso falar sobre o segundo aspecto da questão: não, a noite escura da alma não é vivenciada por todos.

Ou, em todo caso, podemos dizer que ela é vivenciada em diferentes níveis, segundo a maior facilidade para viver a Vibração.

A noite escura da alma é, justamente, o momento em que a alma decide aceitar que tudo, neste mundo, apenas pode ser escuridão, que não há qualquer esperança de Liberação, neste mundo.

Isso pode ocorrer e se manifestar durante o sofrimento extremamente doloroso da perda de uma projeção, através de um ser amado, por exemplo, ou da perda de um filho ou de um parente.

Um sofrimento indizível invade, naquele momento, a alma, que não tem fim, neste mundo.

E é naquele momento que a alma pode se voltar (o que não é sempre o caso, é claro) para a Luz, ou seja, para o Espírito, e sair, naquele momento, do confinamento.

A noite escura da alma, qualquer que seja a intensidade do sofrimento que foi proposto (no tempo ou na própria intensidade), vai, justamente, permitir-lhes transcender os limites da alma e sair, de Verdade, do confinamento.

Não há, então, que caluniar, nem que maldizer este princípio, mas, sim, apreender-se, de algum modo, dos mecanismos superiores.

Esta noite escura da alma pode existir ou não existir.

Ela pode tomar, para alguns seres, a forma da perda de um ser querido.

Ela pode tomar, também, o aspecto de uma doença fulgurante pondo em jogo, em um prazo muito curto, seu prognóstico vital.

Esse mecanismo, que parece terminar com a vida da personalidade, chama-os, justamente, a viver a Unidade e a Verdade.

Enquanto vocês não vivenciaram sua própria Unidade, vocês apenas estão submissos às suas crenças, vocês apenas estão submissos aos seus impulsos da alma, vocês apenas estão submissos à sua história pessoal, em meio a este mundo.

Mas vocês estão sempre sobre este mundo.

Viver a Unidade os faz sair deste mundo, enquanto ali permanecendo.

É a Consciência que sai do confinamento, que habita ainda, por um tempo, esse corpo e que não se identifica mais nem à alma, nem ao corpo, nem à personalidade, nem a coisa alguma que esteja presente na superfície deste mundo.

Somente naquele momento é que vocês podem viver a Liberdade, porque vocês estão Livres.

A noite escura da alma contribui para fazê-los atravessar a Porta Estreita, durante essa terceira Passagem.

Para isso, é preciso apoiar-se nos Pilares do Coração: a Humildade, a Simplicidade e a Transparência.

É naquele momento que a Luz pode penetrar, eu diria, sem resistência, em vocês.

A maior parte dos seres que lhes falam, enquanto Anciãos, vivenciou, durante sua vida, esta noite escura da alma.

Ou através da perda de um ser querido, como IRMÃO K.

Ou durante uma noite com uma agonia extrema da morte, como UM AMIGO.

Ou, ainda, meditando frente ao sol, como o Comandante (ndr: O.M. AÏVANHOV).

Naquele momento, há uma extração total da ilusão.

Será que, no entanto, esses seres saíram deste mundo?

Não.

Eles tentaram (cada um, colorido por sua vivência, por sua cultura) expressar, da melhor forma possível, naquela época, o que era a Unidade.

Mesmo se alguns não conseguiram, naquele momento, apreender o que era a história, ou seja, eles não tiveram acesso ao princípio de falsificação ligado a Deus, ao Diabo e a Yaldébaoth, e empregaram essa palavra, obviamente, mas sem saber o que havia por trás.

Mas o importante não foram as palavras que eles empregaram, mas o estado de consciência no qual eles estavam.

Eu falo, é claro, do Comandante.

Ou seja, adicionando alguns elementos, não exatamente a mesma coisa para o que vocês chamam de seres de polaridade feminina e, em particular, as Estrelas que, umas como outras, a maioria delas, deram-lhes seu caminho durante sua última vida.

A natureza feminina (denominada assim, neste mundo) tem muito mais facilidade para abandonar o poder, visto que a natureza masculina está associada ao poder, em um lado dito exteriorizado (denominado yang, se vocês preferirem), mas que corresponde a um desequilíbrio mais acentuado do que a natureza feminina, fazendo com que a natureza feminina esteja mais apta, ainda hoje, para encontrar a Unidade, para Vibrar em meio à Unidade, muito mais facilmente do que o homem.

***

Nós não temos mais perguntas, nós lhe agradecemos.

***

 Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes de Estrelas, eu rendo Graças pelo seu acolhimento, pela sua escuta e pela nossa Comunhão.

Eu lhes peço para aceitar minha Comunhão.

Até uma próxima vez.

… Efusão Vibratória / Comunhão …

************

Tradução para o português: Zulma Peixinho

http://portaldosanjos.ning.com

Read Full Post »

Elevação e Ascensão – por Mestre RAM _ AutresDimensions

Eu sou Ram.

Recebam todo meu Amor, todas as minhas bênçãos.

Para captarem de maneira autêntica o que vou lhes dar, para além mesmo das palavras, pela vibração e pelos sentidos, eu lhes peço, primeiramente, para se realinharem totalmente em seu coração interior.

Eu os acompanho nisso alguns instantes de seu tempo, antes de começar a falar pelas palavras e a lhes comunicar o que tenho a comunicar, ao mesmo tempo pelas palavras, pela vibração.

Meus bem amados, o que tenho a dizer, o que outros terão a dizer, deve se entender e se ler, obviamente, com os ouvidos ou os olhos, mas, além disso, peço-lhes receberem essas palavras e esta vibração, antes de tudo, em seu coração.

A compreensão e a lógica do que vou lhes dizer e lhes dar passa de maneira natural pelo coração.

O mental não poderá apreender a totalidade do que será dito ou lido ulteriormente.

Há alguns meses que eu os mantenho na vibração e nas palavras do coração, para que seu olhar e sua consciência se voltem para este.

Eu lhes dei meios simples para chegar a ele.

Esses exercícios eram uma preparação, essencial a viver, para um processo próximo que vocês terão a viver, a maior parte de vocês, em seu corpo e em sua consciência.

Trata-se de um processo chamado de elevação e ascensão.

A Luz e o Criador vêm ao seu encontro.

Isso é para agora.

Entendam e compreendem «agora», um tempo reduzido de seu tempo terrestre.

Seu coração, assim como sua Essência, deve ser totalmente pacificado para ter êxito nesse processo denominado elevação e ascensão.

Vou falar por analogia com relação a um processo, conhecido de toda alma em encarnação, chamado de ‘morte’.

Na hora da morte, sua consciência, que era exteriorizada na manifestação desta dimensão, deve se extrair desta dimensão pela morte do apoio chamado de corpo, a fim de viver numa outra dimensão.

O processo de elevação ou de ascensão pode ser estritamente sobreposto.

Vocês vão passar do mundo manifestado, tal como o conhecem, para um outro mundo.

O que significa, muito simplesmente, que o mundo tal como vocês o viveram, tal como experimentaram, desaparecerá, muito simplesmente.

É a única maneira de realizar a ascensão ou a elevação.

Inúmeros de vocês imaginam, pensam que a Luz que vem, que vocês vão subir nesta Luz.

A Luz vem, evidentemente, mas vocês não poderão juntar-se a ela pelo exterior.

Vocês poderão a ela juntar-se apenas pelo interior, suprimindo pouco a pouco todos os sinais de sua consciência e de seus sentidos que eram voltados para o mundo exterior.

Nisso, a meditação e o trabalho sobre o coração interior é uma preliminar e uma repetição para a elevação e para a ascensão.

Vocês não poderão juntar-se à Luz e aos fenômenos que vêm girando seu olhar para o exterior.

A Luz que vem é um chamado e uma ressonância que deve conduzi-los a voltarem seus olhares, a consciência e seus sentidos, para o interior.

Tratar-se-á da ‘única possibilidade’ de extraírem-se desta realidade de dimensão na qual vocês vivem.

Vocês não poderão atingir esta Luz por seus sentidos, por sua consciência exteriorizada e ainda menos por esta dimensão.

Isso necessitará, no momento em que as premissas desta Luz lhes serão anunciadas de maneira clara e audível, um momento em que será necessário voltar sua consciência e seus sentidos no interior de seu ser, para o coração interior.

Pouco a pouco, será necessário, num tempo curto na escala de seu tempo, extremamente curto, suprimir todos os sinais exteriores, e todo o interesse interior deve tomar o lugar preponderante a fim de viver o processo.

Haverá uma injunção forte ao nível da alma, pedindo-lhes para girar, voltar-se para o interior.

Sua vida na sua totalidade deverá inclinar-se e viver-se no interior.

Da mesma maneira que a transição denominada morte chama à supressão dos sentidos habituais e das funções fisiológicas habituais desse corpo, a elevação ou ascensão é totalmente sobreposta.

Vocês se extrairão desta dimensão tridimensional.

Qualquer que seja a onda de ascensão e de elevação que escolherem, seja com ou sem o corpo, será indispensável apagar todos os sinais externos que vocês chamam de vida, nesta dimensão.

Isso está bem além do simples descanso, da simples colocação ao abrigo de seus corpos num espaço como numa casa ou em um lugar fechado.

Vocês deverão, no momento da injunção, girar seus ‘sinais’ do exterior para o interior.

Vocês se extrairão desta realidade para ir para a Luz, na condição de que aceitem fechar totalmente esta consciência para esta realidade tridimensional.

O mínimo apego ou o mínimo olhar para com o mundo exterior arrisca prejudicar fortemente o processo de elevação ou transição e, pelo menos, arriscaria provocar sofrimentos inúteis.

Da mesma maneira que alguém que recusa morrer, enquanto que a hora de sua transição chegou, agarrar-se-ia por todos os meios em sua posse à vida, retardaria o momento propício para esta transição.

Da mesma maneira, se quando a Luz aparecer, você resiste por uma ‘atração exterior’, por desejos exteriores, por inquietudes ligadas a parentes, a lugares ou a posses, isso provocará necessariamente sofrimentos que virão limitar sua capacidade de ascensão.

Não se preocupe com os outros.

No que diz respeito às crianças o problema não se porá.

Elas irão naturalmente nesta Luz.

Elas não se colocarão questões.

Vocês não devem, tampouco, tal como crianças, se colocarem questões.

Eu os remeto à frase de Cristo «ninguém pode penetrar o reino dos Céus se não volta a ser como uma criança».

Como uma criança querendo dizer sem mental, sem apego, sem referência ao tempo passado ou a vir.

Vocês poderão aceder à elevação e à ascensão apenas através de um processo chamado de ‘desapego’ total de tudo o que os mantinha nesta dimensão.

Isto necessita uma preparação.

Esta preparação, como vão saber que ela foi conseguida?

E bem, isso dependerá simplesmente de sua capacidade para entrar em ressonância com sua vibração interior e de sua capacidade para se extraírem, antes mesmo que a Luz venha a vocês, da realidade tridimensional desta dualidade, para entrar em Unidade.

O que acontece no momento em que vocês entram em Unidade?

Este momento é marcado por uma concentração de consciência e de energia Luz ao nível do interior de seu peito.

Paralelamente, aparece um som entendido e audível ao nível dos ouvidos.

O som assinala a conexão ao seu ser interior e ao seu ser de Luz.

Vocês ali serão ajudados, no momento da Luz, pelo mesmo som.

Entretanto, vocês devem encontrar este som por seu trabalho interior e devem demonstrar sua capacidade para se voltarem para o ser interior, onde não há mais questionamento, onde não há mais pergunta, onde não há mais oposição e onde há apenas Unidade, Alegria, Transcendência e Imanência.

A Luz, quando ela vier, pode provocar seu ‘desejo’ de captá-la e de vê-la ao exterior.

A Luz vem pedir para se voltarem para sua Luz e ela está alojada em seu coração e em nenhum outro lugar.

Cabe-lhes, portanto, iniciar esse processo de consciência energética e vocês saberão que tiveram êxito quando conseguirem ‘limitar’ todas as percepções do exterior, que sejam sensoriais, que sejam mentais, que sejam emocionais, que sejam físicas.

No momento em que conseguirem gerar, por sua consciência interior, o som, poderá estabelecer-se a segunda etapa que é a ‘perda total’ de seus marcadores corporais.

Vocês serão, como foi dito nos textos sagrados, uma consciência desapegada do corpo e, no entanto, no interior do corpo, mas numa outra dimensão.

É apenas respeitando esse protocolo que vocês poderão aceder à elevação ou à ascensão.

Obviamente, inúmeros seres humanos serão capazes, perante a revelação da Luz, de compreender e de sentir ‘a realidade do que é’ e de fazer esse trabalho sozinho, tendo em conta, em todo caso, reações desse plano tridimensional à chegada da Luz, que é, eu os recordo, a revelação da Luz.

Obviamente, esta realidade tridimensional (que vocês experimentaram e viveram) é um mundo privado de Luz, porque dual, e a dualidade não quer Unidade e a dualidade entrará em conflito com a Unidade da Luz, gerando inúmeras coisas extremamente desagradáveis sobre as quais não me estenderei porque elas preenchem suas profecias e seus anúncios múltiplos nesses tempos perturbados que vivem sua época.

A solução é interior, ela não será jamais exterior.

Cabe-lhes, como foi dito desde numerosos anos, ‘soltar’ seus apegos, desapegar-se, recentrar-se e entrar em seu ser interior.

A entrada em seu ser interior, além do som, corresponde à Alegria e quanto mais o som se desenvolver e quanto mais a alegria se desenvolver, menos vocês estarão atentos aos sinais exteriores, que estes venham do corpo, do ambiente, de seu mental ou de suas emoções e, do mesmo modo, das emoções e do mental dos outros.

Trata-se, nos momentos que vêm e que vocês terão a viver e que vivem já, de se recentrar no interior de si, de não atribuir importância ao que não tem, de não dar importância a outra coisa além de seu ser interior e de sua Divindade.

Isso deve preencher seus espaços de vida, seus espaços, quaisquer que sejam.

Ninguém os forçará a ir num sentido ou no outro.

Todo ser humano fez, desde alguns tempos, alguns anos, escolhas.

Essas ‘escolhas’ foram formuladas em toda lucidez.

Obviamente, aqueles que não se colocaram à questão das escolhas não são referidos, infelizmente, por esse processo de elevação e esse processo de ascensão, exceto, obviamente, as crianças e as almas as mais puras que serão recordadas no último momento.

Para a maioria dos seres no caminho (que eu chamaria de ‘seres na busca’) é necessário dizer e repetir, compreender e aceitar e, enfim, viver em consciência esse processo de reversão.

A reversão ligada à irrupção da Luz ao mais próximo possível de sua dimensão é um processo que, como sabem, deve desenrolar-se no conjunto dos processos vivos desse sistema solar.

Trata-se tanto de ‘sua reversão como indivíduo’ (que, ele, se refere do exterior para o interior) como uma ‘reversão de seu planeta’ ligada ao que vocês chamam de basculamento dos pólos.

Não se atrasem.

Simplesmente, supervisionem seu ser interior, supervisionem o som, supervisionem a Luz interior.

Cultivem-na e procurem-na em seu Céu sobre esta Terra.

Vocês não encontrarão a Luz num outro alguém, não encontrarão a Luz numa compensação, seja material, afetiva, relacional, profissional ou outra.

A Luz vem pelo céu.

Ela não vem por um ser.

Não sigam ninguém além de seu ser interior.

A Luz que vem é uma Luz de Amor.

Mas aqueles que recusarem este Amor pela necessidade de experiência serão totalmente livres.

As escolhas lhes pertencem.

Simplesmente, se vocês querem aceder a esta Luz, se querem romper o ciclo das reencarnações, se querem aceder a esse mundo de Luz, vocês poderão ali aceder apenas pela força do coração.

Não há outra porta, não há outra saída.

Abrir a porta do coração não é fazer ato de coração na vida comum.

Fazer ato de coração e ato de Amor é abrir a porta de seu próprio ser interior para focalizar a consciência unicamente nisso.

Qualquer ser humano, qualquer que seja a sua obscuridade ou a sua Luz, possui nele esta centelha e esta Luz.

O tudo é querer ir ali, o tudo é querer ali se fundir e ali se derreter e ali retornar.

Não se preocupem, no momento vindo, com esse corpo.

Ocupem-se apenas com o som e com a vibração.

Isto é capital e importante, isto é essencial.

As crianças, eu repito, o farão espontaneamente.

Elas não têm necessidade de mestre para isso, elas não têm necessidade de pais para isso, porque elas encontrarão, de maneira espontânea, esta ‘porta do coração’.

Alguns de vocês encontrarão a porta do coração, mas não quererão ir ali, o que acontecerá?

Viverão o fenômeno de elevação e de ascensão passando pela ‘porta da transição’ chamada de morte.

Inúmeros seres, agora, quanto a eles (uma parte extremamente importante da humanidade terrestre encarnada), decidiram prosseguir a dualidade.

Não julguem, não critiquem, porque cada alma é livre.

Nada se impõe.

A única coisa que lhes tem sido escondida até o presente é a data da vinda da Luz.

Posso afirmar que isso é agora, não será em dez anos, não será em cinco anos, isso é agora.

De qualquer modo, não pode haver erro, não pode haver engano.

A partir do momento em que vocês estão centrados em seu coração e na escuta interior, no momento em que a Luz se manifestar, vocês compreenderão, como uma criança, que aquilo é a Luz do Criador.

Não subam em qualquer estrutura, qualquer que seja que desejaria se denominar Luz se esta está encarnada numa forma.

A Luz que vem a vocês não tem forma.

A Luz que vem para vocês não está encarnada por um ser nem pelo que vocês chamariam de uma embarcação [nave] interestelar.

Isto é um erro, isto é um engano.

Nada além de você mesmo pode salvá-lo.

Nada além de você mesmo pode aceder à Luz.

Você não tem necessidade de qualquer embarcação.

Não tem necessidade de qualquer ajuda, os que desejam se elevar e ascensionar.

Seres, em abundância (de outros planos dimensionais e desta dimensão, mas de outros mundos), poderão efetivamente ajudá-los, mas eles serão apenas uma ‘ajuda’, não serão a finalidade.

A finalidade, eu lhes recordo, é a Luz e nada mais.

Inúmeros seres multidimensionais e tridimensionais vêm viver esse processo, porque esse processo é único na história das humanidades e reproduz-se apenas uma vez a cada ciclo e cada alma experimenta-o apenas uma única vez.

Assim como uma alma experimentou a queda apenas uma única vez, a redenção e a ascensão vivem-se apenas uma vez.

Esse é seu momento, se o deseja.

Ainda uma vez, a Luz não está numa pessoa, nem num objeto, a Luz vem do céu, a Luz vem do cosmos.

Ela vem para vocês, ela vem bater à sua porta e ela pede que vocês abram esta porta e nada mais.

O resto far-se-á naturalmente e, eu diria, automaticamente.

O corpo seguirá ou não seguirá o movimento, mas só o movimento de sua alma e de sua consciência é importante.

Não mantenham relação ou interação que lhes pareceria hoje pesada.

Porque, no momento vindo, vocês arriscariam lamentar amargamente.

O tempo chegou de desfazer-se de todos os apegos ao seu mundo, de todos os apegos à sua materialidade, de todos os apegos à ilusão porque, quando vocês se juntarem aos domínios da Luz, compreenderão esta grande frase que foi anunciada pelos maiores neófitos deste planeta: «esse mundo é uma ilusão».

É, como dizem os orientais, «maya».

Obviamente, quando vocês estão fechados na ilusão, aquilo é, para vocês, realidade, mas, quando dela se extraem, adquirem uma ‘visão panorâmica’ que os faz compreender a realidade desta dualidade como ilusão.

Aí está o que tinha a dizer através das palavras e da vibração do que os esperam nos momentos que estão já aí.

Não procurem um prazo de tempo.

Eu posso simplesmente dizer que isso é agora e que não será em cinco anos.

O que quer dizer, também, que independentemente da própria Luz, na sua vinda física, pelo Céu, vocês têm, doravante, a possibilidade de ascensionar no seu ritmo.

Vocês têm a ‘possibilidade’.

Algumas portas foram abertas para lhes permitir (e para permitir aos que desejarem) juntar-se, por uma pequena antecipação, aos mundos de Luz.

Não se trata de um suicídio.

Não se trata de uma extinção, mas de uma ascensão, mas isso lhes pertence.

Queria simplesmente dar-lhes estes dois alertas que são: voltem-se para seu interior, não sigam nada além do que é interior a vocês, tanto mais que se manifestarão coisas, no momento em que vier esta Luz, que não são da Luz.

Aí está o que tinha a dizer.

Cultivem a calma interior.

Cultivem o ser interior.

Façam crescer em vocês a Alegria.

Façam crescer em vocês o som.

Façam crescer em vocês a vibração e, entretanto, guardem os olhos abertos sobre seu Céu.

Eu esclareço que seu contato com a Luz, que vocês verão em seu Céu, será, obviamente, extremamente fácil.

Mas, antes que a Luz seja visível no Céu, em sua Luz interior vocês encontrarão seu guardião indestrutível que espera apenas isso, que vocês abram a porta, a fim de manifestar-se a vocês de maneira lúcida e de maneira constante.

O acesso às outras dimensões encontra-se no coração.

Obviamente, existem outros processos energéticos que acompanham a penetração de sua consciência no coração.

Eles foram descritos por muito numerosos neófitos que falaram do despertar da Kundalini na sua totalidade.

Aquilo é exato, mas vocês não terão necessidade de compreender aquilo quando o viverem.

A única coisa que vocês têm necessidade de integrar é a vibração e o som.

Os outros mecanismos seguirão, porque a Luz é inteligente e seu ser interior é muito mais inteligente que seu mental.

Então, bem amados seres de Luz em evolução, queiram receber minhas bênçãos, minhas homenagens e a minha gratidão por terem recolhido esta vibração e esta palavra.

Sejam abençoados.

************

Mensagem do Venerável RAM no site francês:

http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=274

***

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

Postado

por Célia G.

Read Full Post »

O Universo – As leis Herméticas Universais.

01-  O princípio de Mentalismo

02-  O princípio de Correspondência

03- O princípio de Vibração

04- O princípio de Polaridade

05-  O princípio de Ritmo

06-  O princípio de Causa e Efeito

07-  O princípio de Gênero

 

 

O Primeiro Princípio é o Principio do Mentalismo

“O TODO é MENTE; o Universo é Mental”

Tudo e todos que existem de visível ou oculto funcionam porque fazem parte de um todo. Tudo faz parte da criação de uma mente onipresente, tudo faz parte de um poder total.

Este é sem dúvida o mais importante de todos os princípios já que nele estão contidos todos os outros. O TODO (ou seja a realidade que se oculta em todas as manifestações de nosso universo material) é Espírito, é Incognoscível e Indefinível em si mesmo, mas pode ser considerado como uma Mente Vivente Infinita Universal.

“Compreendendo a verdade da Natureza Mental do nosso Universo o discípulo estará bem avançado no Caminho do Domínio”, escreveu um velho mestre do Hermetismo. Estas palavras continuam atuais e verdadeiras e são a chave para a nossa compreensão das regras e Leis que regem nosso Universo material.

Observaremos que, se o Universo é Mental e nós existimos na Mente do Todo, como tais, nós somos seres mentais e criamos com a nossa mente, à imagem e semelhança do Todo, conforme explica o Segundo Princípio.

O Segundo Princípio Hermético é o Princípio da Correspondência

“O que está em cima é como o que está embaixo,

e o que está embaixo é como o que está em cima”

Assim como é em cima, é embaixo. Como é embaixo, assim é em cima. A característica de um corresponde, de certa forma, com a característica de outro, ou vice-versa.

A compreensão deste princípio nos ajuda a explicar todos os fenômenos da natureza e compreender a própria existência da vida. Os segredos da Natureza se tornam claros aos olhos do estudante que compreender este princípio chave, aplicado à manifestação universal e que explica os diversos planos do universo material, mental e espiritual.

Este é um dos mais importantes princípios e é aplicado na Astrologia e na Alquimia, verdadeiras Ciências de Iniciados, a primeira praticamente desprezada e a segunda quase esquecida. O Princípio da Correspondência habilita o homem inteligente a raciocinar do Conhecido ao Desconhecido ou vice-versa. “Estudando a Mônada, ele chega a conhecer o Arcanjo”, diz o Caibalion.

O Terceiro Princípio é o Princípio da Vibração

“Nada está parado, tudo se move, tudo vibra”

Nada nesse mundo esta em repouso, tudo esta em constante movimento. Tudo tem a sua infinita vibração, embora algumas coisas pareçam estar em repouso, na verdade estão dentro de um Universo que não para de vibrar.

Este princípio nos explica que tudo, em nosso Universo, está em constante movimento, isto é, em constante evolução. Este princípio é facilmente compreensível pois a ciência moderna já o confirmou através de suas observações e descobertas.

Ele explica que as diferenças entre as diversas manifestações de Matéria, Energia, Mente e Espírito, resultam das ordens variáveis de Vibração. “Desde O TODO, que é puro Espírito, até a forma mais grosseira de Matéria, tudo está em vibração. Quanto mais elevada for a vibração, tanto mais elevada será a posição na escala”. (O Caibalion).

Nas extremidades inferiores da escala estão as vibrações mais grosseiras da matéria, que parecem estar paradas. Ao elevarmos nosso espírito, nos campos de vibração mais sutis, entramos em sintonia com O TODO e com a Mente Superior, recebendo assim os benefícios dela emanados. Só os Mestres conseguem aplicar corretamente este Princípio de Vibração, conquistando assim os fenômenos da natureza. “Aquele que compreende o princípio de Vibração alcançou o Cetro do Poder”, disse um antigo Mestre.

O Quarto Princípio é o Princípio de Polaridade

“Tudo é Duplo; tudo tem pólos; tudo tem o seu oposto; o igual e o desigual são a mesma coisa; os opostos são idênticos em natureza mas diferentes em grau; os extremos se tocam; todas as verdades são meias-verdades; todos os paradoxos podem ser reconciliados”

Tudo tem o seu pólo oposto para o perfeito equilíbrio e funcionamento contínuo do ciclo do universo. Somente os lados opostos uns aos outros conseguem se unir, transformando-se em uma parte do conjunto do universo.

Este Princípio é bastante simples e ao mesmo tempo complexo, e contém o axioma hermético dos opostos, ou seja dos pólos que regem toda a vida manifestada tal como nós a conhecemos. O princípio de Polaridade explica, por exemplo, que Luz e Obscuridade são a mesma coisa, manifestada em variações e graus diferentes.

Explica também são dois estados mentais em aparência totalmente diferentes mas em realidade iguais pois exprimem somente o mesmo sentimento em graus diferentes. E o melhor de tudo isto é que, no caso da mente, podemos modificar as coisas se dominarmos a nossa própria mente, mudando a sua vibração, através da Arte da Transmutação Mental.

Com o profundo conhecimento deste princípio o estudante poderá modificar a sua própria Polaridade, assim como a dos outros, transformando Ódio em Amor, Raiva em Perdão, Tristeza em Alegria.

O Quinto Princípio Hermético é o Princípio de Ritmo

“Tudo tem fluxo e refluxo; tudo tem suas marés; tudo sobe e desce; tudo se manifesta por oscilações compensadas; a medida do movimento à direita é a medida do movimento à esquerda; o ritmo é a compensação”

As coisas estão sempre em constante movimento e esta lei explica o ritmo desses movimentos. É através da seqüência circula repetida de um mesmo movimento o caminho que se compõem o resultado da transformação.

Ao analisarmos este princípio temos que compreender que o Universo da forma como nós o conhecemos é influenciado por este constante fluxo e refluxo, por este movimento de atração e repulsão, que o torna tão complexo e ao mesmo tempo tão perfeito. Esta lei se manifesta em todas as coisas materiais e também nos estados mentais do Homem.

O Sexto Princípio Hermético é o Princípio de Causa e Efeito

“Toda a Causa tem seu Efeito, todo o Efeito tem sua Causa; tudo acontece de acordo com a Lei; o Acaso é simplesmente um nome dado a uma Lei não reconhecida; há muitos planos de causalidade, porém nada escapa à Lei”

Nada no mundo acontece por acaso, tudo tem sua causa, e essa causa é o efeito de outra causa, e assim por diante, é uma cadeia circular infinita de causas e conseqüências.

Neste princípio existe a verdade de que há uma Causa para todo o Efeito e um Efeito para toda a Causa. E O Caibalion nos ensina também que nada acontece sem uma razão, mesmo se nós a desconhecemos, pois tudo é dominado pela Lei. Para nos elevarmos acima da Lei de Causa e Efeito é necessário muito estudo, muita meditação e a compreensão profunda de todos os Princípios Herméticos que fazem do Iniciado um Verdadeiro Mago.

As massas do povo são levadas para frente, seguindo os desejos e vontades dos outros, do coletivo onde as causas exteriores se tornam mais importantes do que a vontade própria. O verdadeiro Iniciado deve elevar-se acima da massa, exercitando a sua Vontade para poder exercer o seu Livre Arbítrio. Para escaparmos desta Lei, que nos ata às sucessivas re-encarnações, devemos antes de mais nada controlar nossa mente e nossos atos para superarmos a casualidade.

O Sétimo Princípio é o Princípio do Gênero

“O Gênero está em tudo; tudo tem o seu princípio masculino e o seu princípio feminino; o gênero se manifesta em todos os planos”

Tudo e todos têm seu lado feminino e masculino. É assim que o Universo é formado. Masculino possui Feminino e vice-versa. O termo chinês yin-yang considera essa idéia a base para o equilíbrio, tanto em sua característica criativa como objetiva. O nosso anima (poder feminino) e o animus (poder masculino) devem estar sempre em harmonia.

Estudando este princípio, que nos lembra o princípio de Polaridade, percebemos que o gênero é manifestado em tudo e que o princípio feminino e masculino estão sempre presentes, seja no plano físico que no plano mental e espiritual. No plano físico este Princípio se manifesta como sexo, e nos planos superiores ele tem outras formas de manifestação, mas se mantém igual.

Assim, podemos dizer que todas as coisas manifestadas no gênero masculino possuem também um gênero feminino, e todas as coisas do gênero feminino contém também um gênero masculino. Compreendemos assim que não necessitamos da busca do outro princípio pois tudo está imanente em nós, manifestado na forma do gênero. A compreensão deste princípio nos leva à plenitude e à realização interior.

Estes Princípios Herméticos, são aplicados pelo Astrólogo, pelo Tarólogo, pelo Homeopata, pelo Terapeuta Floral, pelo Grafólogo, enfim, por todos aqueles que sabem que o Homem faz parte do TODO e como tal não pode estar se não intimamente ligado a este, através de suas Leis Universais.

Ao olharmos o Homem como um Todo harmônico, podemos compreender as razões que o levam à desarmonia, que se manifesta através das doenças físicas ou mentais, dos acidentes e infortúnios, e tentar ‘curá-lo’ proporcionando-lhe assim a chance de um crescimento no âmbito espiritual.

Sem estes Princípios, as ciências chamadas “alternativas” seriam meros exercícios de ‘curandeirismo’. No entanto, sob os Princípios das Leis Herméticas, tudo se torna claro e transparente às mentes mais esclarecidas.
http://www.existiremluz.com

Read Full Post »

Older Posts »